Vinícola Emiliana no Chile, a maior vinícola orgânica do mundo

Vinícola Emiliana

Visitar uma vinícola no Chile é praticamente um passeio obrigatório para quem vai a Santiago e claro que eu não deixaria de fazer essa visita na minha última viagem. Existem uma infinidade de vinícolas nos arredores de Santiago, mas eu fui em uma que é bem especial, a Vinícola Emiliana no Vale de Casablanca.

***

Mas o que faz da Emiliana tão especial? Ela é a maior vinícola orgânica do mundo, ou seja, todo o vinho produzido lá não usa nenhum tipo de fertilizante químico. Inclusive todo o controle de pragas é feito de maneira natural, com o cultivo de plantas e ervas que mantém os insetos a distância.

Vinícola Emiliana

Vinícola Emiliana

A Vinícola Emiliana faz parte do grupo Concha y Toro, certamente vocês já ouviram falar.  Emiliana era a esposa do Don Melchor de Santiago Concha y Toro, fundador da Concha y Toro, por isso tem esse nome. A vinícola existe desde os anos 80 e nos anos 90 passou por um longo processo de transição do método tradicional de produção para o orgânico. Tudo isso depois que um dos sócios teve câncer e mudou seu estilo de vida para algo mais natural.

Eu fiz esse passeio com a Barra Tours, uma empresa de Santiago, fundada por um brasileiro e focada no público que vem do Brasil. Eles fazem diversos roteiros partindo de Santiago e oferecem um excelente custo benefício.

Vinícola Emiliana

Vinícola Emiliana

Chegamos na Vinícola Emiliana por volta do meio dia e fizemos um tour com o guia explicando o processo de cultivo da uva e produção dos vinhos. Curioso é que cada uma das plantas, ervas e animais criados na vinícola tem a sua função em toda a cadeia produtiva do vinho.

Como por exemplo, a sálvia (que eu jurava que era lavanda) que está ali para atrair os insetos que iam para as uvas. Ou as oliveiras que são plantadas estrategicamente para barrar a poeira.

Parece lavanda mas é sálvia

E olha como atrai os insetos

Um dos muitos animais que vivem na vinícola

Durante o tour, o guia explica tudo sobre as uvas, método de produção, tipos de uvas e os vinhos que elas produzem. Mas não vemos o processo de produção em do vinho em si, pois ele é processado na Concha y Toro. Por isso pode ser bacana você complementar esse passeio com a visita a uma outra vinícola.

Terminamos um tour com a degustação de alguns dos vinhos da casa. E quem quiser comprar, o preço é muito bom.

Degustação de vinhos

Olha que fino hahaha

E os vinhos tem ótimos preços


Como visitar a Vinícola Emiliana


A Vinícola Emiliana fica na Ruta 68, a estrada entre Santiago e Valparaíso/Viña del Mar. De carro não tem erro, só seguir o Waze.

Uma opção nada recomendada é ir de ônibus. A ida é simples, basta pegar algum coletivo com destino a Casablanca no Terminal Rodoviário San Borja. Mas aí você vai ter que pedir para o motorista te deixar na Vinícola Emiliana. Já para voltar vai ser complicado pois os ônibus passam direto, não existe um ponto de ônibus em frente a entrada da vinícola. A maneira mais cômoda é contratando o tour de uma agência, recomendo a  Barra Tours. A gente vai de maneira confortável e ainda dá para combinar a visita com o tour de Valparaíso e Viña del Mar.

Um passeio que vale a pena fazer em Santiago


Onde se hospedar em Santiago


Aqui no blog tem um post super completo com dicas de onde se hospedar e onde não se hospedar em Santiago. Leia aqui

Ou você pode olhar a nossa lista completa de hospedagem em Santiago: clique aqui ou no box de ofertas abaixo. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso.



Booking.com


Leia mais sobre Santiago


Planejando a sua viagem

Chegando em Santiago: imigração e transporte
Como chegar a Valparaíso e Viña de Mar
Onde ficar em Santiago
Transfer para Brasileiros do aeroporto até o centro da cidade
10 dicas grátis em Santiago

O que ver em Santiago

O que fazer em Santiago
Cerro Santa Lucía
Cerro San Cristóbal
Sky Costanera, o prédio mais alto da América do Sul
Parque Quinta Normal e seus museus
Valle Nevado em temporada de inverno

Passeios

Termas Colina e Embalse El Yeso em Cajón del Maipo
Valparaíso e Viña del Mar
Vinícola Emiliana, a maior vinícola orgânica do mundo
Casa de Pablo Neruda em Isla Negra


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.