Dicas do Marrocos para quem vai pela primeira vez

Dicas do Marrocos

O Marrocos é sempre um destino muito procurado aqui no blog, seja para quem vai está planejando a viagem de alguns dias, ou para quem vai fazer uma conexão longa e está pensando em aproveitar o tempo para conhecer um pouco do país. Uma das razões do interesse pelo Marrocos, é a que a Royal Maroc é uma da companhia aérea que sempre tem preços ótimos para os voos entre Brasil e Europa com conexão em Casablanca. Por isso, eu fiz esse post com dicas do Marrocos para você que vai visitar o país ou apenas fazer uma conexão.


Dicas do Marrocos


Visto e imigração

Cidadãos brasileiros não precisam de visto para entrar no Marrocos, também não é cobrado nenhuma tarifa como acontece em alguns países. Basta ter o passaporte válido, comprovante de hospedagem e o seguro viagem pelo período da sua permanência no país. Caso você esteja em conexão longa e queira aproveitar para conhecer Casablanca, o seguro viagem não é exigido.

Leia mais como é passar pela imigração no Marrocos

Dicas do Marrocos: Visto do Marrocos


Quando ir

Dá para visitar o Marrocos em qualquer época do ano, mas existem algumas particularidades climáticas. No verão faz bastante calor, é quando o ar quente do deserto do Saara é soprado sobre o Marrocos. Além do calor, é bem seco. Já o inverno é frio, acreditem! Eu estive no Marrocos no inverno e em Marrakech fazia um frio absurdo, girava em torno de 5 graus a temperatura. Chovia eventualmente e em Marrakech dava para ver a Cordilheira Atlas coberta de neve.

Marrakech com neve na Cordilheira Atlas ao fundo


Que moeda levar para o Marrocos?

A moeda oficial do Marrocos é o Dirhan Marroquino (a sigla é MAD) e 1 MAD vale 0,39 centavos de real (cotação de fevereiro de 2019). Como a maioria das pessoas que visitam o Marrocos o fazem combinando com a Europa, é mais comum e recomendado levar Euros e trocar no Marrocos pelo Dirhan.

Dicas do Marrocos: O dinheiro do Marrocos


Seguro viagem

O seguro viagem é obrigatório para entrar no Marrocos, a não ser que você esteja em conexão. Quando eu estive lá, não me pediram a apólice do seguro, mas eu tinha verificado previamente com o consulado geral do Marrocos no Brasil a necessidade do seguro viagem. De qualquer forma, eu recomendo que você nunca saia do Brasil sem o seguro viagem, principalmente para sua proteção.

Faça seu seguro viagem aqui com desconto


O que visitar no Marrocos

A maioria das pessoas visitam Marrakech e Casablanca, mas o Marrocos tem outras cidades interessantes. Se puder, evite Casablanca, a cidade não tem muito o que fazer e para ser bem sincero, é uma cidade feia. Eu recomendo de 2 a 3 dias em Marrakech e 1 dia em Casablanca, caso você decida ir para lá.

Saindo do eixo Marrakech-Casablanca, o Marrocos tem outras cidades interessantes, como Agadir, Rabat e Fez. Bem menos tumultuadas como as cidades mais famosos e onde você conseguirá ter uma experiência melhor.

Guia de Marrakech
O que fazer em Marrakech
O que fazer em Casablanca

O que fazer em Marrakech Onde se hospedar em Marrakech

Dicas do Marrocos: Marrakech


Quantos dias ficar no Marrocos

A resposta vai depender das suas expectativas e claro, tempo disponível. Mas eu recomendo de 2 a 3 dias em Marrakech e 1 dia em Casablanca, caso você decida ir para lá. 1 dia em Rabat, 2 em Agadir e 1 dia em Fez. Falando em dias cheios, desconsiderando os dias de trânsito entre uma cidade e outra.

Leia mais

O que fazer em Casablanca em 1 dia
O que fazer em Marrakech em 2 dias

Dicas do Marrocos: Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos


Onde ficar no Marrocos

Independente da cidade, a forma mais bacana de se hospedar no Marrocos é ficando em um Riad. Um tipo de residência típica marroquina, podendo ser uma casa modesta e até mesmo um palácio, sempre dentro da medina. Hoje, muitas dessas casas funcionam como hospedarias, geralmente são administradas por famílias e tem poucos quartos. Com isso você vai ter uma experiência mais original e acolhedora.

Na minha viagem eu fiquei no MonRiad em Marrakech, um riad administrado por uma família italiana no meio da medina. Recomendo muito esse Riad.

Veja aqui como é se hospedar em um Riad
Onde se hospedar em Marrakech (dentro e fora da Medina)
Veja aqui o que fazer e onde se hospedar em Casablanca

Isso é um Riad


Como se locomover entre as cidades

O Marrocos tem uma excelente malha ferroviária, alguns trens são bem confortáveis e infinitamente mais baratos que o avião. A viagem de trem é bem agradável e de quebra, você vai ver paisagens lindas pela janela.

Veja aqui como é viajar de trem pelo Marrocos e como comprar a sua passagem.

Outra opção é o avião, a companhia de bandeira do Marrocos é a Royal Maroc e ela voa para todo o país. Outra opção é com a Air Arabia, uma companhia aérea low-cost dos Emirados Árabes Unidos mas que tem operações domésticas e internacionais no Marrocos.

Veja aqui as minhas dicas de como se locomover dentro das cidades

Como é viajar de trem pelo Marrocos

Dicas do Marrocos: Trem marroquino

Segurança

Agora entramos e um assunto delicado, pois o Marrocos, assim como a maioria dos países de terceiro mundo, são lugares onde devemos ter um pouco mais de atenção. O Marrocos também possui um histórico de ataques terroristas, recomendo pesquisar a respeito no Google. Mas calma, não precisa ficar neurótico, ok? Não estamos falando da Síria ou do Afeganistão.

Porém, o que mais me decepcionou no Marrocos foi o assédio, e olha que eu já andei por lugares onde o assédio era grande. A impressão que eu tive é que eles olham para nós e enxergam um saco de dinheiro ambulante. Até se você pedir uma informação na rua eles vão querer cobrar por isso. Claro, nem todo mundo é assim, mas na Medina e nos mercados mais antigos é daí pra pior.

Recomendo ler esse post

guia de sobrevivência no Marrocos

Praça Jemaa el-Fna

Turista andando sozinho é um prato cheio para os golpistas, mulher sozinha é ainda pior. Eu vi alguns caras andando atrás de uma turista na Medina. Foi extremamente desagradável até que um grupo de espanhóis percebeu o que acontecia e deram um “chega pra lá” no cara. Eu vi alguns cafés onde só haviam homens, claramente mulheres não eram bem vindas.

A noite a Medina fica deserta, com exceção da praça Jemaa el-Fna. Eu conversei com algumas pessoas que recomendaram evitar sair depois de anoitecer, principalmente na parte mais deserta dos Souks e ao redor do bairro judeu de Marrakech.

***

Bom, pessoal, espero ter ajudado. Qualquer dúvida vocês podem consultar a página com todos os posts sobre o Marrocos clicando aqui. Ou vocês podem postar as suas perguntas nos comentários que eu responderei assim que possível.


Leia mais sobre o Marrocos


Planeje a sua viagem:

10 coisas que você precisa saber
O Marrocos me decepcionou até onde eu deixei
Como é viajar de trem pelo Marrocos
O que é uma medina e um souk
Chegando no Marrocos: visto, imigração e transporte
Casablanca e Marrakech: como andar e onde ficar
Vale a pena fazer compras no Marrocos?

Marrakech:

Guia de Marrakech
O que fazer em Marrakech
Como é se hospedar em um tradicional riad em Marrakech
Jardim de Majorelle e Casa de Yves Saint Laurent
Palais de la Bahia

Casablanca:

O que fazer em Casablanca


Reserve aqui seus passeios no Marrocos



Reserve a sua hospedagem aqui




Booking.com


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.