Como chegar a Macau em bate-volta saindo de Hong Kong

Como chegar a Macau

Se você estiver procurando informações sobre como chegar a Macau em um bate-volta saindo de Hong Kong, saiba que é mais fácil do que você imagina. O passeio de um dia para visitar esse antigo pedacinho de Portugal encravado no Mar da China já é um clássico para quem visita Hong Kong.

No ano passado eu fui a Hong Kong pela primeira vez, claro, nos meus planos estava o bate-volta até Macau. Mas eu fui “agraciado” com um tufão que passou a alguns quilômetros de Hong Kong e deixou o dia chuvoso e a travessia entre as duas cidades interrompida. Ficou o gosto da frustração na boca. Este ano eu voltei em Hong Kong eu fui a Macau, o dia estava lindo, não poderia ser mais perfeito. Promessa paga! Amém!


Como chegar a Macau em um bate-volta saindo de Hong Kong


A melhor maneira de ir de Hong Kong a Macau é de barco, existe uma obra monumental quase pronta ligando as duas cidades. Um complexo que inclui pontes imensas e um túnel submarino. No dia em que eu subi até o Grande Buda de Lantau de teleférico eu vi o túnel que mergulha no mar, algo no mínimo impressionante. E isso quer dizer que em breve a viagem de carro e ônibus será possível. Mas por enquanto, só de barco.

A ponte que mergulha no mar, que coisa no mínimo impressionante

Existem dois terminais de onde saem os barcos entre Hong Kong e Macau. O terminal Tsim Sha Tsui fica em Kowloon (que é a parte continental de Hong Kong). E o Shun Tak Centre, que fica na Ilha de Hong Kong e foi esse que eu usei.

Ambos os terminais têm fácil acesso pelo metrô da cidade, chegar lá é muito fácil, mas prepare-se para andar muito. As estações de metrô de Hong Kong são imensas e sempre abarrotadas de gente. Falando nisso, veja aqui como usar o metrô de Hong Kong.

Em Hong Kong a estação que atende ao terminal é a Sheung Wan (linha azul – Island Line) e em Kowloon é a estação Tsim Sha Tsui (linha vermelha – Tsuen Wan Line) ou East Tsim Sha Tsui  (linha roxa – West Rail Line).

Em Macau existem dois terminais, o que fica em Macau (Outer Harbour) e o que fica na Ilha de Taipa, que também faz parte de Macau. O melhor píer para chegar e sair é o Outer Harbour. Tenha muita atenção na hora de comprar a passagem.

Eu fiz a viagem com a TurboJet, os barcos entre Hong Kong e Macau saem a cada 15 minutos, já entre Kowloon e Macau as saídas são de 30 em 30 minutos. Veja todos os horários aqui. E a viagem dura entre 1h e 1h15, vai depender das condições do mar e do vento.

Como chegar a Macau

Eu comprei a passagem na hora, existem algumas máquinas de venda automáticas além dos balcões. Os preços são esses (em setembro de 2018) em classe econômica:

  • Hong Kong / Kowloon x Macau: 171 HKD (segunda a sexta); 186 HKD (finais de semana e feriados) ou 211 HKD (noturno em todos os dias).
  • Macau x Hong Kong / Kowloon: 160 HKD (segunda a sexta); 175 HKD (finais de semana e feriados) ou 200 HKD (noturno em todos os dias).

Como eu fui em um sábado, a passagem de ida e volta custou 361 HKD, aproximadamente R$ 190,00. Eu achei bem caro, mas tenha em mente que Hong Kong é uma das cidades mais caras do mundo. Vai se acostumando!

Existe também uma espécie de super primeira classe, que custa R$1200,00 reais a passagem (tentando imaginar quem pagaria por isso ao invés de usar um helicóptero que faz a viagem em 15 minutos) e uma executiva pelo dobro do preço da econômica. Não vale a pena, a viagem é curta e as poltronas da econômica são bem confortáveis. Falo mais disso adiante.

Imigração e embarque

Assim como Hong Kong, Macau também é uma região administrativa especial da China. Por conta disso, existe o controle de passaporte na saída de Hong Kong e na entrada em Macau. O procedimento é exatamente o mesmo dos aeroportos. Portanto, chegue cedo para dar tempo de fazer o procedimento com calma. Eu praticamente não peguei filas, e em menos de 5 minutos já tinha feito tudo, mas vai que tenha sido sorte?

Como chegar a Macau: Seguindo para o embarque

Tanto o terminal quanto o embarque são bem organizados, a coisa funciona muito bem. Antes de entrar no barco, nós passamos por um balcão onde o funcionário faz a última conferência da passagem e cola nela um adesivo com o número da poltrona. Você pode pedir uma janela, vale a pena.

Os barcos são bem espaçosos, por dentro parece até com um avião. As poltronas são organizadas no layout 3-4-3, só que bem mais largas que as poltronas de avião.

Como chegar a Macau: A classe econômica por dentro

O barco saiu na hora certinha, balançou um pouco na saída do porto mas depois que pegou a rota foi super rápido e sem balançar. Era uma das minhas preocupações, já li relatos de gente passando mal em dias de mar agitado.

Nos barcos tem uma lanchonete, banheiros e wi-fi gratuito por até 75 minutos, tempo máximo estimado para a travessia. E a velocidade da conexão era ótima. A viagem foi rápida e tranquila, chegamos em Macau no horário e o desembarque também foi rápido.

Como chegar a Macau: Mais um detalhe das poltronas

Imigração em Macau

Chegando em Macau eu segui para o controle de imigração. Aí veio uma pequena surpresa. Ao pegar meu passaporte, o oficial da imigração fez sinal para que eu ficasse no canto e chamou o supervisor dele. O inglês de ambos era praticamente inexistente.

O cara pegou meu passaporte, fez sinal para eu ir junto e saiu andando. Entramos em uma sala e eu já pensei: – Eita, deu ruim, aqui. hahaha. Ele tirou uma cópia do meu passaporte e fomos para outra sala. Um funcionário tirou a minha temperatura e foi aí eu comecei a entender o que estava acontecendo. Era um controle sanitário, tipo o Health Control que existe aqui em Bangkok. Mas não pediram o meu Certificado de Febre Amarela da Anvisa.

Me perguntaram quando eu tinha saído do Brasil, carimbaram um papel e me levaram de volta para o balcão de imigração. Tudo certo, imigração feita, sem mais problemas. O passaporte não é carimbado, eles entregam um papel – igual a Hong Kong – que é o visto com validade de até 3 meses. Você pode colar esse visto no passaporte.

Depois eu fiquei sabendo que esse controle é feito com visitantes da América Latina e África, vai vendo! Mas como eles não tem um esquema bem organizado, a coisa toda acontece assim, na base do improviso e linguagem de sinais.

Como ir do terminal ao centro da cidade

O terminal de Macau fica dentro da cidade, mas distante uns 2 km do Largo do Senado ou Casino Lisboa, onde todo mundo começa o roteiro por Macau. Não é longe, mas é uma caminhadinha no calorão de Macau. As opções são o táxi ou ônibus. A corrida até o Largo do Senado vai custar uns 30 HDK. A moeda de Macau são as Patacas, mas o Dólar de Hong Kong é aceito lá normalmente.

Como chegar a Macau: Ônibus gratuito

Agora uma ótima notícia, para circular entre os cassinos, a Macau Tower e o Outer Harbour existem ônibus gratuitos, que são bancados pelos cassinos. É só chegar na fila e embarcar.

Na saída do terminal você vai ser bombardeado com dezenas de pessoas oferecendo passeios, fuja deles! Além de caro, não vale a pena, o bacana é andar pela cidade.

Voltando de Macau para Hong Kong

Tão tranquila quanto a ida, deixe para voltar a noite e aprecie o show de luzes dos cassinos. É bacana, parece muito com Las Vegas, tanto que Macau é chamada de Las Vegas do Oriente.

Barco em Macau se preparando para a volta a Hong Kong

Vale lembrar que voltado para Hong Kong você terá que fazer todo o processo de imigração inverso, ou seja, a saída de Macau e entrada em Hong Kong.

Pode parecer um rolezinho cansativo, esses procedimentos de imigração são sempre chatinhos. Mas visitar Macau vale muito a pena. Recomendo!

Imagem de capa: Divulgação


Mais posts sobre Hong Kong e Macau


Planejamento

Chegando em Hong Kong: visto, imigração e transporte até a cidade
Como usar o metrô de Hong Kong
Onde ficar em Hong Kong: dicas de hospedagem
Internet em Hong Kong: que operadora usar e como comprar o chip
Como chegar em Macau em um bate-volta saindo de Hong Kong

Lugares para ver e o que fazer

O que fazer em Hong Kong (roteiro de 4 dias)
O que fazer em Macau (bate-volta desde Hong Kong)
O templo dos 10 mil Budas em Hong Kong
Parque Kowloon
Symphony Of Lights: o show de luzes de Hong Kong
Grande Buda da Ilha de Lantau
O teleférico de Hong Kong
The Peak e a melhor vista de Hong Kong


Procurando hospedagem em Hong Kong?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui

Leia nosso post com dicas para escolher um bom lugar para se hospedar em Hong Kong. Clique aqui.



Booking.com


Passeios em Hong Kong


Compre aqui seus passeios em Hong Kong, economize e evite filas


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.