Como visitar o The Peak e a melhor vista de Hong Kong

The Peak

O The Peak é o lugar mais visitado de Hong Kong, uma enorme montanha de onde a gente tem a melhor vista da cidade e se o tempo permitir, a visão vai até os “novos territórios”, praticamente na China continental.

Aí você deve estar me perguntando agora “como assim, se o tempo permitir?”. É que Hong Kong fica em uma região do Oceano Pacífico sujeito a diversas variações meteorológicas. De um lado tem a poluição que vem da China e do outro a neblina e intensas nuvens de chuva que vem do oceano.

A vista do The Peak

A vista do The Peak

The Peak Hong Kong

The Peak Hong Kong

Me disseram que o tempo totalmente claro e céu aberto em Hong Kong é uma exceção, e não uma regra. Por tanto, se você visitar o The Peak e encontrar o tempo limpo, pode se considerar um privilegiado.

Independente do tempo, a vista do The Peak é sensacional, ao lado da vista do Victoria Harbour, a gente consegue ter noção da verdadeira dimensão de Hong Kong, com seus prédios enormes e ultramodernos.

Além da vista sensacional, lá em cima tem um shopping – claro, estamos falando de Hong Kong – o Peak Tower que tem lojas, cafés, restaurantes e um museu de cera Madame Tussauds. Mas o que atrai as pessoas até lá é o mirante de onde a gente tem uma vista ainda melhor da cidade, o Sky Terrace 428, que como o nome sugere, fica a 428 metros acima do nível do mar.

Sky Terrace 428

Sky Terrace 428

Subindo até o Sky Terrace 428

Subindo até o Sky Terrace 428

O The Peak também tem várias trilhas pela mata, outros mirantes. O circuito do Pico é uma trilha de 4km que contorna toda a montanha e proporciona uma visão ainda melhor do Victoria Harbour, da parte norte de Hong Kong e das ilhas Aberdeen e Lamma ao sul. Vale muito a pena fazer essa trilha.

Para quem gosta de trilhas, tem ainda uma que vai até a Represa Pok Fu Lam. O que uma galera faz, é descer até ela pelo caminho de 5km pelos bosques do Country Park até chegar na represa. A trilha termina na Pk Fu Lam Road e de lá dá para pegar um ônibus até o centro da cidade, ótimo para quem não quiser subir toda a montanha novamente.

The Peak Hong Kong

The Peak Hong Kong

Outro mirante

Outro mirante

The Peak Hong Kong

The Peak Hong Kong


Como chegar ao The Peak


A melhor forma de subir até o The Peak é pelo Peak Tram, um funicular que sobe a montanha a uma inclinação impressionante de 27 graus. O passeio no Peak Tram já é uma atração a parte e faz esse percurso há 120 anos sem nenhum acidente.

The Peak Tram

The Peak Tram

Ele parte da estação no pé da montanha, a estação de metrô mais próxima é a Central, da linha vermelha (Tsuen Wan Line) ou linha azul escura (Island Line).  Ao chegar na estação, pegue a saída J2, que sai direto no Chater Garden, imediatamente você vai ver os prédio do Bank of China, é só seguir em direção a ele e entrar na Garden Road e seguir em frente, rua acima até avistar a estação do The Peak Tram. Não tem erro e você vai ver outras pessoas fazendo o mesmo caminho.

Veja aqui como usar o metrô de Hong Kong

Saídas do metrô

Saídas do metrô

Atravesse o parque e siga em frente

Atravesse o parque e siga em frente

O bilhete ida e volta incluindo a entrada para o mirante Sky Terrace 428 custa 90 HK$, o que dá uns 38 reais no câmbio de junho de 2017. Só a ida e volta no Peak Tram custa 45 HK$, o que dá uns 19 reais. Consulte outros valores e condições especiais nessa página.

A subida é bem rápida, dura uns 15 minutos. O passeio é interessante, dá pra ver a vista em alguns pontos mas não tem nada muito especial. O ângulo de inclinação do tram impressiona e dá até uma assustadinha, mas a gente se acostuma.

 

Quando visitar o The Peak

O melhor período para visitar o The Peak é pela manhã, pois é quando o ar está mais limpo, sem a cortina de poluição que vem da China. Por outro lado, o período da manhã tem uma maior chance de ter neblina.

Eu cheguei lá por volta das 10h da manhã e fiquei até umas 13h, a apesar do templo meio nublado, a vista é sensacional e volta e meia vem uma abertura de sol aqui e outra ali.


Procurando hospedagem em Hong Kong?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar