NGong Ping 360, o teleférico de Hong Kong. Vale a pena?

teleférico de Hong Kong

Eu voltei em Hong Kong este ano para refazer passeios que de alguma forma não deram muito certo ou não foram da maneira que eu queria na primeira viagem. Como visitar Macau, bate-volta que não deu para fazer por conta de um tufão que estava passando pela região e deixou o tempo chuvoso. E foi justamente essas chuvas intensas que também prejudicaram a minha visita ao Grande Buda de Lantau. Por conta do grande volume de água, o teleférico de Hong Kong em Lantau estava fechado por medidas de segurança, deixando o ônibus como única opção para subir a serra até o Tian Tan, o Grande Buda.

O dia estava lindo, ao contrário do ano passado

O Grande Buda de Lantau

O Grande Buda de Lantau

O Ngong Ping 360, nome oficial do teleférico de Lantau, liga a Estação Tung Chung, pertinho do aeroporto de Hong Kong a Estação Terminal Ngong Ping, no alto da serra e do ladinho do Grande Buda. É fácil chegar lá de metrô, aqui no blog já tem um post explicando como chegar e como é a visita, leia aqui.

Existem dois tipos de cabine no teleférico, a Standard e a Crystal, que tem o piso de vidro e permite uma visão melhor durante o passeio.

Começo do passeio do teleférico de Hong Kong

O bilhete de ida e volta na cabine Standard custa 210 HKD (R$108,00) e na Crystal 315 HKD (R$ 162,00). Quem já fez o passeio na cabine Crystal diz que a diferença de valores não compensa, não é tão incrível assim. De uma forma geral, é um passeio caro, mas em Hong Kong é tudo caro, vai se acostumando.

Eu cheguei lá relativamente cedo, por volta das 10h da manhã e foi uma grande sacada, pois praticamente não peguei filas para comprar o ingresso e para embarcar na cabine. Quando eu voltei, por volta das 13h, a fila para comprar o ingresso dava voltas e mais voltas em torno da estação do teleférico. Portanto, chegue cedo!

Imagem famosa do teleférico de Hong Kong

O Ngong Ping é maior teleférico da Ásia, eu já li que era o maior e mais alto do mundo partindo do nível do mar. Mas não sei se essas últimas informações procedem. O fato é que ele é realmente longo, são 5.7km de extensão que são percorridos em 25 minutos.

Quando ele começa a subir, dá um gelinho do estômago, parece que vai desabar, mas é só uma sensação inicial. Primeiro ele cruza um canal, faz a curva em uma das torres para pegar a longa travessia da Baía de Tung Chung e subir a serra.

Aeroporto de Hong Kong

A vista é realmente sensacional, eu diria, hipnotizante. Vemos boa parte de Lantau, todo o Aeroporto Internacional de Hong Kong, as montanhas preservadas da ilha. Dá para ver até a Hong Kong Zhuhai Macau Bridge, um imenso complexo rodoviário com pontes e um túnel submarino que vai ligar Hong Kong a Macau. Olha essa imagem abaixo.

Quando vamos nos aproximando do fim da viagem já vemos a imensa imagem do Buda surgindo no meio da floresta. É lindo demais.

A vista é muito bacana do teleférico de Hong Kong

Chegando no Grande Buda


O teleférico de Hong Kong vale a pena?


Agora a pergunta chave: vale a pena? Olha, no meu caso valeu muito pois era um passeio que eu queria ter feito no ano passado e não consegui. Mas eu reconheço que é um passeio muito caro pelo que é, mesmo sendo uma experiência bacana.

Se o dia estiver muito nublado ou chuvoso eu não recomendo, pois vai prejudicar bastante a visibilidade. E por Lantau ser coberta de florestas, existe sempre uma neblina cobrindo as montanhas. É praticamente um microclima independente, às vezes tem sol em Hong Kong e Lantau está com tempo ruim.


Mais posts sobre Hong Kong e Macau


Planejamento

Chegando em Hong Kong: visto, imigração e transporte até a cidade
Como usar o metrô de Hong Kong
Onde ficar em Hong Kong: dicas de hospedagem
Internet em Hong Kong: que operadora usar e como comprar o chip
Como chegar em Macau em um bate-volta saindo de Hong Kong

Lugares para ver e o que fazer

O que fazer em Hong Kong (roteiro de 4 dias)
O que fazer em Macau (bate-volta desde Hong Kong)
O templo dos 10 mil Budas em Hong Kong
Parque Kowloon
Symphony Of Lights: o show de luzes de Hong Kong
Grande Buda da Ilha de Lantau
O teleférico de Hong Kong
The Peak e a melhor vista de Hong Kong


Procurando hospedagem em Hong Kong?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui

Leia nosso post com dicas para escolher um bom lugar para se hospedar em Hong Kong. Clique aqui.



Booking.com


Passeios em Hong Kong


Compre aqui seus passeios em Hong Kong, economize e evite filas


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder novembro 13, 2018

    Eliana

    Oi, Fabricio! Parabéns pelo blog e obrigada por compartilhar tantos detalhes de cada lugar. Realmente ajuda muito pra quem está organizando uma viagem para uma cidade como HK.

    Fiquei com uma duvida: o ingresso do teleférico é vendido somente em ida e volta? Porque gostaria de fazer a ida de barco, como vc sugeriu ser um caminho bem local (e adoro esse tipo de experiencia), mas entendi que depois do barco teria só opção de ônibus para subir até o Buda. NO caso, poderia somente descer de teleferico? Tb não gostaria de perder a vista desse lugar que deve ser incrível!!

    Um abraço desde Cambodia (somos praticamente vizinhos! rsrs)

    • mm
      Responder novembro 14, 2018

      Fabricio Moura

      Oi vizinha, tudo bem? Viver no Camboja deve ser demais! Obrigado pela mensagem. Dá para comprar o trecho separado sim e dá para fazer do jeito que você está pensando. Ida de barco + ônibus até o Buda e volta de teleférico e aí você pega o metrô de volta para HK. Se quiser ter uma experiência ainda mais bacana, dá uma corridinha até Tai O, uma vila de pescadores que fica em Lantau, perto do píer de onde chegam os barcos vindos de Hong Kong.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.