O que fazer em Paris pela primeira vez (roteiro de 4 dias)

O que fazer em Paris

Depois de tanto viajar mundo afora, eu resolvi dar uma chance a Paris. Chega a ser irônico, pois já estive tantas vezes na Europa e nunca tinha visitado a cidade. Em se tratando de um lugar com tanto o que ver e o que fazer, eu queria saber o que fazer em Paris pela primeira vez e eu vou reproduzir aqui o mesmo roteiro que eu fiz.

Durante essa viagem, eu fiquei 4 dias cheios em Paris, isto é, descontando o dia da chegada e o dia da partida. A verdade é que 4 dias em Paris é pouco para tudo que a cidade tem para mostrar, mas eu pretendo voltar e certamente escreverei outros roteiros alternativos para complementar este roteiro aqui.

Eu mapeei durante algumas semanas o que existe de essencial para ver em Paris e que desse para fazer sem pressa nesses 4 dias. Então, vamos lá!

Atenção: O Seguro viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Faça seu seguro viagem aqui com desconto.

Como visitar o Arco do Triunfo

Arco do Triunfo


O que fazer em Paris


Primeiro dia

Minha sugestão para o seu primeiro dia em Paris é ir direto para o cartão postal mais famoso, a Torre Eiffel. Não dá para ignorar o monumento mais fotografado e mais visitado do mundo.

A torre foi construída por Gustave Eiffel para a grande Exposição Universal de Paris de 1889 e a ideia era que e ela fosse desmontada no fim da exposição. Dizem até que os franceses não gostavam da torre, achavam que ela destoava da arquitetura clássica local. Mas o tempo foi passando e ela caiu no gosto dos parisienses e ficou eternizada no Champ de Mars.

Leia o post completo sobre a torre e dicas para visitar

O que fazer em Paris: Torre Eiffel

Depois de ver ou de visitar a torre, vale um passeio pelas margens do Rio Sena, pelo Champ de Mars de um lado da torre e pelos Jardins do Trocadero do outro lado do Sena e de onde a gente tem a melhor vista da torre.

Vale muito a pena voltar ao Trocadero no fim do dia pare ver o anoitecer e o show de luzes da torre. É realmente emocionante.

Siga pela Avenue de New York, passe pelo meio do Jardim de Erivan, do lado esquerdo você vai ver um monumento que é uma réplica da tocha da Estátua da Liberdade (que foi um presente da França para os Estados Unidos), em 1987 os americanos deram a réplica da tocha como presente aos franceses. Curioso e triste, é que no túnel embaixo do monumento foi onde a Princesa Diana morreu em 1997 e a tocha acabou virando um monumento para Diana. Até hoje as pessoas acendem velas e depositam flores lá.

O túnel onde a princesa morreu

O monumento

Mais a frente, se você virar a esquerda, vai sair na Avenida Champs-Élysées, mas calma! No seu primeiro dia, eu recomendo virar a direita, atravessar o Sena novamente pela belíssima Ponte Alexandre II, a mais linda de Paris e que sai em frente a Esplanada dos Inválidos (Les Invalides). Lá, vale visitar o Museu des Invalides, oficialmente chamado de Musée de l’Armée (Museu das Forças Armadas).

Ponte Alexandre II

É um museu que conta a história das guerras francesas, o prédio é lindo e o acervo também. Mas se você quiser algo mais leve, do lado esquerdo do museu fica o Museu Rodin, que fica em um prédio lindo, com jardim enorme e cheio de belíssimas obras de esculturas do mestre Auguste Rodin.

E para finalizar o dia, como eu disse lá em cima, corre para o alto do Jardim do Trocadero para ver o pôr do sol e o show de luzes da Torre Eiffel.

visitar a Torre Eiffel

O que fazer em Paris: A torre no fim do dia vista do Trocadero

Segundo dia

No seu segundo dia em Paris, recomendo ir correndo para o Museu do Louvre, outro lugar que não pode ficar de fora de qualquer roteiro em Paris.

Gente, o Louvre é muito grande e não é brincadeira não, a gente precisaria de pelo menos uns 3 dias para visitar todo o museu com calma. Por tanto, a minha primeira dica é saber exatamente o que você quer ver. Claro que todo mundo que vai lá quer ver a Monalisa, mas o museu é um imenso universo que merece atenção e respeito.

Museu do Louvre sem filas visitar o Museu do Louvre

O que fazer em Paris: Museu do Louvre

Eu recomendo que você chegue cedo e passe o dia no museu, aqui embaixo tem dois posts onde eu explico como entrar no Louvre sem filas e um post com dicas para a sua visita:

Como visitar o Museu do Louvre sem pegar filas

Dicas para visitar o Museu do Louvre pela primeira vez

Olha a multidão

Fique no museu até umas 15h-16h, saia do museu, faça a clássica foto nas pirâmides de vidro do Louvre e siga reto pelo Carrossel do Louvre, o Jardim das Tulherias, que é lindo! No fim dele você vai encontrar a famosa Praça da Concórdia, atravesse a praça e entre na Avenida Champs-Élysées.

Faça um belo passeio pela avenida mais charmosa de Paris e termine o dia vendo o pôr do sol do mirante do Arco do Triunfo, é lindo! Olha as fotos abaixo.

Para saber como visitar o Arco do Triunfo, leia esse post.

Champs-Élysées e o arco

O que fazer em Paris: Vista do Arco do Triunfo

A vista de cima do Arco do Triunfo

Terceiro dia

Hoje é dia de conhecer a Île de la Cité e a Île de St-Louis, que são duas ilhas que ficam no Rio Sena e que abrigam a parte mais antiga da cidade.

É lá que, além da Catedral de Notre Dame, fica a Sainte Chapelle e La Conciergerie. E além desses monumentos lindos, andar pela ilha é um programa muito gostoso para um dia em Paris. Especialmente em um dia de sol, explorando as ruelas com pouco trânsito e descobrindo vários lugares legais.

Catedral de Notre Dame

Notre-Dame

Explore todos os cantinhos e finalize a sua visita na Catedral de Notre Dame, para entrar não paga nada, mas não deixe de visitar o mirante das torres da igreja, a vista é linda.

Lembra da Ponte dos Cadeados de Paris? O nome dela é Pont des Arts, por motivo de segurança os cadeados foram retirados dela e colocados em uma das extremidades da Île de la Cité. Agora eles ficam do lado da Pont Neuf, pertinho da estátua de Henri IV.

Leia mais sobre a Île de La Cité aqui e como visitar a Catedral de Notre-Dame

Os famosos cadeados de Paris

Conciergerie

Saia da Île de la Cité, siga pela Quai François Mitterrand e mais adiante, atravesse a Pont des Arts, agora sem os cadeados, mas que continua linda.

Um pouco mais a frente fica um dos meus museus favoritos de Paris, o Museu d’Orsay. Ele fica no prédio lindo onde funcionou uma estação ferroviária em 1900. A estação foi abandonada durante a Segunda Guerra Mundial, quase foi derrubada e só em 1977 que resolveram restaurar o prédio e transformá-la em museu.

O que fazer em Paris: Museu d’Orsay e os passeios de barco pelo Sena

O acervo do Museu D’Orsay é dedicado às artes plásticas do século XIX e complementa as obras expostas no Museu do Louvre e do Centro Pompidou.

Quarto dia

O meu quarto dia foi bem tranquilo, eu queria explorar o bairro de Montmartre com calma, andar pelas ruas, um almoço gostoso e passar a tarde em um café charmoso. Eu me hospedei no bairro, mas deixei para aproveitar melhor a região no meu último dia.

Turistando em Montmartre

Bom, e eu comecei esse último dia visitando a famosa Basílica de Sacré-Coeur. O cartão postal mais famoso do bairro. Depois fui andar pelas ruas, visitar o Café que serviu de cenário para o filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, e descobrir cada cantinho do bairro.

Leia aqui meu post sobre Montmartre e várias outras dicas

O que fazer em Paris: Montmartre

Ruas de Montmartre

Inicialmente eu tinha pensado em passear por Montmartre pela manhã e a tarde ir para o Palácio de Versalhes, mas para ser bem honesto, a atmosfera do bairro era tão gostosa que eu deixei Versalles para a próxima paradinha em Paris.

Se você tiver um dia a mais, aí sim eu recomendo ir para Versailles, mas eu não gosto de fazer nada correndo e Paris, vai continuar lá, fazendo a gente querer voltar mais vezes.


Leia mais sobre Paris


Chegando em Paris: como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris
Chegando em Paris por Orly e como ir de um aeroporto ao outro
Como usar o metrô de Paris
Conheça os 5 golpes mais comuns em Paris


Planejando a sua viagem


calendario

Quando ir

A gente consegue visitar Paris na maior parte do ano, só vale lembrar que no auge do inverno (fim de dezembro a fevereiro) é bem frio e pode nevar, e claro, nem todo mundo gosta desse clima. A primavera e verão são lindos e o outono super charmoso.

 

carro

Como chegar

Existem voos diários e diretos do Brasil para Paris, operados pela Air France (Rio e São Paulo), Latam (São Paulo) e em breve da Joon (Fortaleza), que é a nova empresa do grupo Air France-KLM. Além disso, você pode fazer conexão e qualquer grande cidade europeia.

 

icon1

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar na França, o país faz parte da União Européia e sendo um país Schengen, o visto de entrada vale para a visitar o país e os países membros por 90 dias.

 

icon2

Quanto custa

Paris é uma cidade cara, mas a boa notícia é que tem opções para todos os bolsos e isso foi algo que me surpreendeu muito em Paris. Dá para se divertir muito sem gastar rios de dinheiro.

 

icon3

Como se locomover

A melhor forma de andar por Paris é de transporte público e nesse ponto o metrô deles, combinado com o trem (RER), chegam em todos os pontos da cidade e região metropolitana. (veja aqui como usar o metrô de Paris)

 

icon4

Onde se hospedar

Aqui no blog tem um post com todas as dicas dos melhores lugares para se hospedar em Paris. Eu fiquei em Montmartre e foi ótimo, recomendo. Mas aqui você vai ver outras regiões bem interessantes também (clique aqui para ver o post)

 


Passeios em Paris


Compre aqui seus passeios em Paris, ganhe tempo e evite filas


Procurando hospedagem em Paris?


Aqui no blog tem um post com todas as dicas dos melhores lugares para se hospedar em Paris. Eu fiquei em Montmartre e foi ótimo, recomendo. Mas aqui você vai ver outras regiões bem interessantes também (clique aqui para ver o post)

Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.


Booking.com


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

10 Comentários

  • Responder fevereiro 21, 2018

    Eliana C. Pereira

    Adorei esse roteiro!!! Para a quantidade de dias, ficou excelente… Porque Paris, não importa a quantidade de dias que você tem, é uma cidade que sempre se quer voltar…

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2018

      Fabricio Moura

      Eu tô louco pra voltar, mas aí penso em tantos lugares que ainda não foram explorados né?

  • Responder fevereiro 21, 2018

    Jair Prandi

    Excelente roteiro Fabrício! Não é a toa que é uma das cidades mais visitadas do mundo!
    gostei muita da vista do Arco do Trinfo, nem sabia que dava para subir nele!

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2018

      Fabricio Moura

      Eu amei a vista do Arco do Triunfo, é mais bonita que a vista da Torre Eiffel, acredite!

  • Responder fevereiro 23, 2018

    Itamar Japa

    Excelente roteiro! Paris de fato é uma cidade incrível e repleta de atrações. Seu roteiro está demais.

  • Responder fevereiro 24, 2018

    Andrea

    Paris, cidade linda por todos os cantos…não tem como estar por lá e não se apaixonar por tudo e essas dicas que você dá no post são, sim, indispensáveis num roteiro pela cidade. Muito legal você compartilhar com todos.

  • Responder fevereiro 26, 2018

    Cristina A

    Eu também demorei para dar uma chance à Parri. Contudo, acho que não fiz nem metade do que você listou! Estamos pretendendo voltar e, agora sim, curtir a cidade com outros olhos! Vou salvar esse seu roteiro, achei leve e tranquilo, bem do jeito que eu gosto! Lindas fotos viu?! Adorei!

    • mm
      Responder fevereiro 26, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Cristina, que bom que curtiu. Obrigado pela mensagem.

  • Responder junho 10, 2018

    Flávia

    Olá Fabricio! Parabéns pelo roteiro, achei incrível! Dá pra fazer o roteiro do 4º dia até 17h mais ou menos? Assistirei um ballet às 18h.

    • mm
      Responder junho 11, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Flávia, bom dia! Pode fazer sim

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.