A estação central de trens de Berlim, Hauptbahnhof

estação central de trens de Berlim

Se você vai a Berlim, em algum momento vai passar pela Hauptbahnhof, a estação central de trens de Berlim. Ela é uma das maiores da Europa e de lá partem trens para outros países e para toda Alemanha, além dos trens urbanos S-Bahn e metrô, U-Bahn que cobrem toda a cidade.


A estação central de trens de Berlim


A estação é a maior da Europa e lembra um grande shopping center e tem ao todo 20 plataformas de embarque. No nível superior partem os trens urbanos, S-Bahn, que ligam a Hauptbahnhof a toda cidade, inclusive a linha que liga a estação ao Aeroporto Shonefeld.

Leia mais: Chegando em Berlim pelo Aeroporto Shonefeld

No subsolo partem os trens para outras cidades e países, entre eles os ICEs, que são os trens de alta velocidade que ligam as cidades mais distantes da Alemanha. Daqui partem os trens para Frankfurt, Munique, Hamburgo e as principais cidades da Alemanha, também saem os trens para Amsterdã, Viena e outros países vizinhos.

É a maior estação de trens da Europa

A estação central de trens de Berlim é a maior da Europa

Entre os dois níveis de plataformas, fica a estação da linha U55 do metro, o U-Bahn, que hoje vai da Hauptbahnhof até a estação do Portão de Brandemburgo, muito perto dali, mas ela está sendo ampliada e vai se conectar a outras linhas da rede.

A estação tem também 3 pisos só de lojas, restaurantes e duas saídas, uma para a Europaplatz e outra para a Washingtonplatz, que fica mais próxima dos prédios governamentais e do Reichstag e Portão de Brandemburgo.

Apesar de muito grande, dá para se orientar facilmente nela, basta seguir as placas indicativas das plataformas e tipo de serviços. É como em um aeroporto, os painéis eletrônicos indicam qual de plataforma seu trem partirá.

Leia mais: Como é viajar de trem pela Alemanha


Viagens de trem e metrô dentro de Berlim


Se você vai embarcar nos trens (S-Bahn) ou metrôs (U-Bahn) que cruzam a cidade, os bilhetes precisam ser comprados nas máquinas de autoatendimento que ficam espalhadas pelo saguão principal, já que lá não existem balcões de vendas.

O procedimento é muito simples, o sistema das máquinas está disponível em alemão, inglês, francês, espanhol, polonês e turco. Para quem não fala alemão, basta escolher o melhor idioma para a operação.

A máquina de vendas e ao lado o painel que indica as saídas.

A máquina de vendas e ao lado o painel que indica as saídas.

Depois, basta escolher o tipo de bilhete de acordo com a região de Berlim que você pretende circular. Entre os bilhetes disponíveis estão o Single Ticket para uma única viagem ou o Day Ticket, que vale para o dia todo, além de outros tipos de bilhetes, como o mensal. Vai de acordo com a sua necessidade.

A máquina mostra o valor total da compra e as opções de pagamento. Em geral, as máquinas aceitam notas, moedas e cartões. Mas eu tive problemas em diversas máquinas que não leram meu cartão, isso é bem comum em máquinas mais antigas. Da dúvida, tenha sempre notas e moedas no bolso.

Depois é só seguir para a plataforma corresponde a linha que você pretende usar, vale dizer que plataforma em alemão é gleis e não se esqueçam de validar os bilhetes nas máquinas que ficam na plataforma.

Tem um site muito bom que a gente consegue simular todas as viagens de trem e metrô dentro da cidade, mostrando quais linhas usar e em quais estações fazer conexão (clique aqui).

Leia mais: Post completo sobre como usar o metrô e a rede de transportes de Berlim


Viagens de longa distância


Se você vai embarcar em um trem de longa distância, tem uma dica importantíssima: como os trens são muito grandes e eles ficam parados por pouquíssimo tempo na estação, as vezes, menos de 2 minutos. Vale dar uma conferida nesse painel da foto abaixo, ele mostra em que parte da plataforma o vagão correspondente a sua passagem estará.

Os trens alemães não seguem um padrão de numeração de vagões e de tamanhos, tem composições que vão do 1 ao 10 e outras do 19 ao 40.

Diagrama dos trens

Estação central de trens de Berlim: diagrama dos trens

Nesses painéis, como da foto acima, tem todos os trens que partirão daquela plataforma naquele dia. Note que tem o desenho do trem, onde o número do vagão corresponde a uma letra na plataforma, podendo ir de A a G.

Plataforma do ICE

Estação central de trens de Berlim: plataforma do ICE

Se você tiver alguma dúvida para entender a sua passagem, já que vem tudo escrito em alemão, no post que eu fiz sobre a compra da passagem no site da DB, eu explico cada um dos pontos do bilhete. Dá uma olhada no post abaixo:

Como comprar passagens de trem na Alemanha no site da Deutsche Bahn

Usar a estação central trens de Berlim é muito simples, no começo assusta pelo tamanho, mas é tudo muito bem sinalizado e organizado.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar