10 coisas para fazer em Santiago que não custam nada

coisas para fazer em Santiago

Santiago é ao lado de Buenos Aires, uma das cidades mais procuradas por brasileiros no exterior. É daquelas cidades que conservam o passado e miram no futuro. Emoldurada pela colossal Cordilheira dos Andes, é certamente um dos lugares mais belos desse cone sul. Nesse post, vou dar 10 coisas para fazer em Santiago e que não custam nada.


10 coisas para fazer em Santiago que não custam nada


Free Walking Tour

Um passeio bem bacana pelo centro de Santiago com guias do Free Tour. O roteiro percorre toda a parte histórica da cidade e você não paga nada por isso, mas claro, gorjetas (propina em espanhol) são bem-vindas. O tour é acontece todos os dias, com saídas às 10h da manhã e às 3h da tarde em frente a Catedral Metropolitana na Plaza de Armas. Mais informações aqui

Free walking tour

Cerro Santa Lucía

O Cerro (morro em espanhol) fica bem no centro da cidade e é um ótimo lugar para passeios e tem uma vista em 360 graus de Santiago. Ele tem 69 metros de altura e lá de cima a gente consegue ainda ver as Cordilheiras e o seu “irmão” mais alto, o Cerro San Cristóbal. São vários mirantes, pontes, escadas, passagens, grutas, quedas d’agua e o no topo uma torre com incrível vista da cidade.

Cerro Santa Lucía

Museu Nacional de Bellas Artes

É simplesmente um dos mais antigos museus de artes da América Latina, o lugar abriga instalações de arte moderna, vanguardistas e galerias e mais galerias com a história do Chile e da América Latina em óleo sobre tela. O Bellas Artes e funciona de terça a domingo das 10h às 18h45. Dica: como não é permitida a entrada com bolsas, leve moedinhas de 100 pesos para usar os armários.

Bellas Artes

Mais museus

Santiago é cheia de museus, quase todos são pagos, mas a boa notícia é que aos domingos a entrada é gratuita e são eles: Museu de La Merced (com acervo da Ilha de Páscoa); Museu Nacional de Historia Natural (mais ilha de Páscoa e entre muitas coisas, um esqueleto gigante de baleia); Museu Histórico Nacional (conta a história do país até o golpe militar de 1973); Museu Casa Colorada (só o prédio já vale a visita); Museu Chileno de Arte Pre-Colombiana (lindo e enorme, vale um almoço no restaurante interno).

Mercadão

O Mercadão de Santiago fica em uma parte bem movimentada do centro, ao lado de estações de ônibus e do Centro Cultural Mapocho. O lugar é ótimo para conhecer e comer uma variedade absurda de frutos do mar frescos que chegam diariamente do Pacífico.

Mercado Municipal de Santiago

Parques

Santiago tem parques lindos e passear por eles não custa nada. O Florestal, bem no centro faz com que a gente se sinta na Europa, o parque Metropolitano que é chamado de pulmão verde de Santiago, o Quinta Normal, um pouco mais afastado do centro, mas o lugar é cheio de museus, como o Museu Nacional de Historia Natural, Museu Nacional de Ciencia e Tecnología e Museu Infantil. Do lado de fora do Parque ainda tem o Museo da Memoria e dos Direitos Humanos, Museu de Arte Contemporânea e o  Museo Artequin.

Centro Cultural La Moneda

O Centro cultural fica literalmente embaixo do Palácio de La Moneda, sede do Governo Chileno. Um lugar gigantesco que reúne mostras e exposições da cultura latino americana. Também tem cafés, restaurantes um cinema e lojas. O único lugar tem wi-fi aberto e eles incentivam o uso.

Interior do centro cultural

Cerro San Cristóbal

O ponto mais alto dentro de Santiago e garante uma vista absurda da cidade. Super até o cerro é grátis, mas como é muito alto, todo mundo vai pelo Funicular (uma espécie de trem), mas mais aventureiros podem subir pelas trilhas ou estradas.

Cerro San Cristóbal, o ponto mais alto de Santiago

Feira Persa Biobio

Bater perna nessa feira enorme é mais divertido do que comprar, ela acontece aos sábados e domingos perto da estação de metrô Franklin, entre as ruas Biobio e Placer. São centenas de barraquinhas nas ruas e casarões e galpões antiguíssimos onde são vendidas antiguidades, discos, livros, roupas, móveis, objetos de decoração e mais o que você puder imaginar.

Plaza de Armas

É o marco zero da cidade, no entorno da praça ficam a magnífica Catedral Metropolitana de Santiago, o prédio dos Correios e o Museu Histórico Nacional. Além disso, a praça é palco de manifestações folclóricas e feira de artesanato.


Seguro viagem para o Chile


O seguro viagem não é obrigatório para visitar o Chile, mas é altamente recomendável caso você tenha algum incidente e precise se auxílio médico ou apoio. Faça o seu seguro viagem aqui com desconto.


Onde se hospedar em Santiago


Aqui no blog tem um post super completo com dicas de onde se hospedar e onde não se hospedar em Santiago. Leia aqui

Ou você pode olhar a nossa lista completa de hospedagem em Santiago: clique aqui ou no box de ofertas abaixo. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso.



Booking.com

Reserve aqui seus passeios em Santiago



Leia mais sobre Santiago


Planejando a sua viagem

Chegando em Santiago: imigração e transporte
Como chegar a Valparaíso e Viña de Mar
Como é voar para o Chile com a Latam
Como é voar para Santiago no Boeing 787 Dreamliner da Latam
Como é voar para Santiago com a Sky Airline
10 dicas grátis em Santiago

O que ver em Santiago

Guia de viagens de Santiago
O que fazer em Santiago
Cerro Santa Lucía
Cerro San Cristóbal
Sky Costanera, o prédio mais alto da América do Sul
Parque Quinta Normal e seus museus
Valle Nevado em temporada de inverno


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.