As 8 cidades mais baratas da Europa que eu já visitei

cidades mais baratas da Europa

Muitas pessoas tem a imagem de que tudo na Europa é extremamente caro e inalcançável. Mas em um continente tão vasto, existem opções para todos os bolsos. Durante as minhas andanças, eu já passei por lugares muito caros, mas também por cidades que o custo cabe em qualquer orçamento. Esqueçam a ideia de que tudo no velho continente tem peso de ouro e se liga nas 8 cidades mais baratas da Europa que eu já visitei.

Antes de qualquer coisa, é preciso dizer que esses valores que eu coloquei incluem o básico, ali eu não considero o dinheiro gasto em bares, festas, baladas ou compras.


As 8 cidades mais baratas da Europa


Praga, República Tcheca

Praga é uma das cidade mais bonitas e fascinantes do Leste Europeu. Caminhar pela famosa Ponte Carlos, explorar o lendário Castelo de Praga, a Cidade Velha e atravessar a cidade nos icônicos bondes vermelhos é mais barato do que muita gente imagina.

E uma das coisas mais bacanas de Praga, é que muito do que a gente tem para ver e fazer  é de graça! E as atrações que são pagas custam pouco! Além disso, Praga tem ótimas opções de hospedagem para todos os bolsos. Existem hostels em Praga com diárias a partir de R$ 30,00, como o ótimo Little Quarter Hostel, que tem nota 9.1 no Booking.com.

Moeda: Coroa Tcheca (1,00 CZK = R$ 0,17)
Média diária de gastos: R$ 90,00 (alimentação, transporte e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$30,00 e Hotel R$90,00. Onde se hospedar em Praga
Roteiro: O que fazer em Praga (Roteiro de 3 dias)

Castelo de Praga

Praga


Budapeste, Hungria

Budapeste faz a dobradinha certeira com Praga para quem estiver procurando as cidades mais baratas da Europa para turistar. A cidade é cortada pelo Rio Danúbio e de um lado fica Buda e do outro Peste e até 1781 eram duas cidades mesmo.

Budapeste foi uma das cidades que eu mais amei no Leste Europeu e um dos lugares mais baratos em que eu já estive. Só para vocês terem uma idéia, tive dias em Budapeste que eu gastei o equivalente a R$50,00, considerando alimentação e souvenirs, pois a cidade é compacta e eu praticamente não usei o transporte público. Além disso, quase tudo para ver na cidade é de graça!

E hospedagem também é muito barato lá, o excelente Hostel Avenue, com nota 8.6 no Booking.com tem diárias a partir de R$ 24,00.

Moeda: Florim Húngaro (1,00 HUF = R$ 0,01)
Média diária de gastos: R$ 75,00 (alimentação e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$24,00 e Hotel R$98,00. Onde se hospedar em Budapeste
Roteiro: O que fazer em Budapeste

O que fazer em Budapeste

As cidades mais baratas da Europa: Budapeste


Varsóvia, Polônia

A capital da Polônia foi uma cidade que me surpreendeu, tanto pela beleza da cidade, quanto pelos preços. Explorar cada cantinho da Cidade Velha, admirar a arquitetura da herança russa e alugar uma bicicleta e passear pelos lindos parques é um verdadeiro presente para os olhos e para o orçamento.

Em Varsóvia eu gastei pouco, aproximadamente R$ 100,00 por dia, mas poderia ter gasto menos se eu quisesse comer em restaurantes de fast-food ou comprar nos mercadinhos locais. Hospedagem também é bem barato, o ótimo Press Hostel, por exemplo, tem diárias a partir de R$ 30,00 e nota 8.6 no Booking.com

Moeda: Zloti Polonês (1,00 PLN = R$ 1,02)
Média de gastos diário: R$ 100,00 (alimentação, transporte e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$30,00 e Hotel R$120,00. Onde se hospedar em Varsóvia
Roteiro: O que fazer em Varsóvia

O que fazer em Varsóvia

As cidades mais baratas da Europa: Varsóvia


Tallinn, Estônia

A belíssima capital da Estônia tem um dos centro históricos mais bem preservados da Europa, a Old Town de Tallinn é um labirinto medieval com casinhas que mais parecem ter saído de um contos de fadas. A Estônia faz parte dos países Bálticos, junto da Letônia e Lituânia, e todos esses países são bem baratos.

Tallinn é a menor capital europeia, são apenas 400 mil habitantes, o que deixa a cidade com cara de cidadezinha, mas com a comodidade de uma grande cidade. E os preços também são compatíveis, em Tallinn eu gastei uma média de R$85,00 por dia com alimentação e algumas atrações, pois transporte público não foi necessário. Daria até para gastar menos se eu optasse por restaurantes mais baratos ou comida de rua, que é ótima, por sinal. Como o Mulgikapsad (chucrute com salsicha de carne de porco e batatas cozidas) por 3 euros.

Hospedagem também é bem barata, como por exemplo o Old Town Hostel Alur, que fica no coração da cidade velha e tem diárias a partir de R$ 35,00 e nota 8.4 no Booking.com

Moeda: Euro (1,00 EUR = R$ 4,37)
Média diária de gastos:R$ 85,00 (alimentação e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$35,00 e Hotel R$110,00. Onde se hospedar em Tallinn
Roteiro: O que fazer em Tallinn

O que fazer em Tallinn:

As cidades mais baratas da Europa: Tallinn


Riga, Letônia

Certamente Riga foi a cidade que eu mais me encantei nos Países Bálticos, caminhar pelo centro histórico muito preservado, em uma tarde gelada de outono, com uma névoa misteriosa cobrindo a cidade foi uma das experiências mais mágicas que eu tive nesse canto do mundo.

E se Riga está nesse post, é porque ela está entre as cidades mais baratas da Europa que eu já visitei. Só para vocês terem uma ideia, o meu gasto diário em Riga foi de em média R$ 75,00, incluindo alimentação e a entrada para uma coisa ou outra, como visitar a Torre da Igreja de São Pedro, que custou 3 euros e tem a melhor vista da cidade.

Hospedagem também é muito barato, como o Mr.Hostel, coladinho da Old Town e com diárias a partir de R$ 30,00 e nota 9.4 no Booking.com, uma das melhores notas. Eu me hospedei no coração da cidade, no Rixwell Old Town, um 3 estrelas e paguei R$ 95,00 a diária com café da manhã. Um achado!

Moeda: Euro (1,00 EUR = R$ 4,37)
Média diária de gastos: R$ 75,00 (alimentação e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$35,00 e Hotel R$95,00. Onde se hospedar em Riga
Roteiro: O que fazer em Riga

O que fazer em Riga

Vista do lado antigo da cidade


Vilnius, Lituânia

Vilnius não foi a cidade que eu mais amei na Europa, mas é uma cidade bem interessante e com lugares super bacanas. Mas entre as cidades mais baratas da Europa, ela foi a campeã absoluta! Acredite, eu gastei uma média de R$ 60,00 por dia em Vilnius, com alimentação e uma coisinha ou outra. Pois tudo o que eu visitei era de graça e praticamente não usei transporte público. No fim do dia, para voltar para o hotel eu pegava um Uber que custava 2 euros no máximo.

Procurando hospedagem em Vilnius, você vai encontrar o Hostel Filaretai, que tem diárias a partir de R$ 26,00! Isso é muito incrível, gente!

Moeda: Euro (1,00 EUR = R$ 4,37)
Média diária de gastos:R$ 60,00 (alimentação)
Hospedagem: Hostel R$26,00 e Hotel R$93,00. Onde se hospedar em Vilnius
Roteiro: O que fazer em Vilnius

O que fazer em Vilnius

As cidades mais baratas da Europa: Vilnius


Moscou, Rússia

Muita gente torce o nariz para a Rússia, mas é inegável que estamos falando de um país fascinante, carregado de história, tramas e conspirações. Caminhar por Moscou é uma viagem a um mundo completamente diferente e que hoje é totalmente acessível. Explorar a Praça Vermelha, o já temível Kremlin, se maravilhar com as estações de metrô que mais parecem galerias de arte custa pouco. E Moscou eu gastei uma média de R$ 120,00 por dia com alimentação e transporte. A ingresso mais caro que eu paguei foi para visitar o Kremlin e custou o equivalente a R$ 29,00.

Em Moscou existem hostels que custam a partir de R$ 16,00 a diária, surreal! Mas são lugares com localização ruim, só para você ter uma noção de preços. Mas por um pouquinho mais você pode ficar no Check-in hostel Moscow Center que tem diárias a partir de R$ 24,00 e nota 8.4 no Booking.com

Moeda: Rublo Russo (1,00 RUB = R$ 0,06)
Média diária de gastos: R$ 120,00 (alimentação, transporte e passeios)
Hospedagem média: Hostel R$24,00 e Hotel R$130,00. Onde se hospedar em Moscou
Roteiro: O que fazer em Moscou

As cidades mais baratas da Europa: Moscou


Istambul, Turquia

Fechando a minha lista com as 8 cidades mais baratas da Europa que eu já visitei, vem Istambul, na Turquia. E se você não sabe, a metade de Istambul está na Europa e a outra metade na Ásia. Mas ainda assim, a Turquia é considerada um país europeu.

Istambul é uma cidade fascinante, é incrível caminhar pelas ruas, visitar lugares tão antigos e importantes como a Mesquita Azul, Hagia Sophia, fazer um passeio de barco pelo Estreito de Bósforo ou atravessar o estreito e explorar o lado asiático de Istambul.

E o melhor de tudo é que você vai se divertir muito sem gastar rios de dinheiro, para você ter uma ideia, em Istambul eu gastei uma média de R$ 90,00 por dia com alimentação e transporte. Em Istambul a gente come bem pagando pouco e a comida é muito, mas muito boa! Os passeios são baratinhos também, eu paguei o equivalente a R$ 10,00 no passeio de barco pelo Bósforo.

Falando em hospedagem, você pode ficar no Sweet Dreams Istanbul Hostel que tem nota 8.7 no Booking.com e diárias a partir de R$ 35,00. Por outro lado, hotel também é barato em Istambul, olha o Apex Hotel que tem diárias a partir de R$ 109,00 e nota 8.4 no Booking.com e boa localização.

Moeda: Lira Turca (1,00 TRY = R$ 0,64)
Média diária de gastos: R$ 90,00 (alimentação e transporte)
Hospedagem média: Hostel R$35,00 e Hotel R$109,00. Onde se hospedar em Istambul
Roteiro: O que fazer em Istambul

O que fazer em Istambul

As cidades mais baratas da Europa: Istambul


Reserve a sua hospedagem aqui




Booking.com


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

5 Comentários

  • Responder outubro 14, 2018

    Erik vinicius

    Realmente estou em istambul e é tudo muito barato e a cidade é fantastica.otima para fazer compras.mês que vem vou para berlin,mas só vou pois comprei em março a passagem.em março quero ir a budapeste ou praga

    • mm
      Responder outubro 14, 2018

      Fabricio Moura

      Vou te confessar que eu sinto muita saudade de Istambul, ano que vem eu to pensando em ir a Dinamarca e penso em ir com a Turkish Airlines só para ficar uns 2 dias em Istambul pelo programa de stopover deles.

      • Responder outubro 17, 2018

        Paulo Sousa

        Fabrício, vc utiliza muito o stopover? Como funciona? Ouvi falar mas não sei exatamente como eu consigo usufruir de alguns dias numa cidade diferente do destino. Um amigo meu viajou de São Paulo a Europa, pousando em Paris e ele me falou que o voo “continuava”, ou seja, ele adicionou mais destinos e com isso pode fazer o Caminho de Compostela, e daí pegou um trem para Lisboa, onde a passagem “continuava” até Amsterdã. Se vc puder explicar, fico grato.

  • Responder outubro 18, 2018

    Juliana Proença

    Adorei essa lista, os países do leste europeu estão entre os meus queridinhos nos preços rs. Minhas médias de gastos em Budapeste também foram bem parecidas, comi muito bem por muito pouco! Meu sonho agora é conhecer a Turquia também.

    • mm
      Responder outubro 19, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Juliana, tudo bem? Eu me apaixonei pela Turquia, estou louco pra voltar e ficar mais tempo. Vale muito a pena.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.