Dicas de Paris para quem vai visitar a cidade pela primeira vez

Dicas de Paris

Eu resolvi fazer esse post com um apanhado geral com dicas de Paris para quem está pensando em visitar a cidade luz pela primeira vez. A maioria dessas dicas já existem em vários posts que eu já escrevi sobre Paris. Mas a ideia aqui é fazer um apanhado do essencial para facilitar a sua vida.

Paris é uma cidade que habita o imaginário de muita gente, e na real, ela merece a fama que tem. É uma cidade cara sim, mas o que me surpreendeu foi que existem opções para todos os bolsos.

O que fazer em Paris

Paris vista do Arco do Triunfo


Dicas de Paris


Visto e imigração

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Europa e podem permanecer no continente por até 90 dias a cada 6 meses. Já para quem decidir ir para o Reino Unido, o visto de permanência tem validade de 6 meses.

Se você estiver vindo em um voo do Brasil, os procedimentos de imigração serão sempre onde o avião fizer a sua primeira parada em território europeu. Exceto se o seu voo for do Brasil para o Reino Unido ou Turquia, que são rotas também usadas.

Alguns exemplos: se o seu destino final é Paris, mas você está voando com a Alitalia com conexão em Roma, a sua imigração será em Roma. Ou se você estiver voando do Brasil para Paris com a TAP Portugal e com conexão em Lisboa, a sua imigração será em Lisboa.

Mas se você estiver indo para Paris com a British Airways com conexão em Londres, a sua imigração será em Paris pois o Reino Unido não é um país signatário do Tratado de Shenghen. Só para citar alguns exemplos práticos.

Posts que podem te ajudar:

Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro da cidade
Como ir do Aeroporto de Orly até o centro de Paris
Dicas para passar pela imigração na Europa sem medo

Como ir do aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris

Aeroporto Charles de Gaulle em Paris


Quando ir

A gente consegue visitar Paris em qualquer época, mas as estações do ano são bem marcadas na França. O verão é lindo (junho a setembro), mas bem quente e seco. Já o inverno (dezembro a março) é bem gelado. No pico do inverno costuma nevar com frequência, ou aquela chuva congelada. É bem frio, esteja preparado, especialmente se você não curte frios intensos.


Que moeda levar

A moeda oficial da França é o Euro. Não tem mistério, aqui no Brasil a gente já consegue uma cotação aceitável. Se seu cartão de crédito permitir saques internacionais sem taxas abusivas, pode ser uma boa ideia para fugir das taxas das casas de câmbio. Porém, em momentos de muita variação cambial não é uma boa ideia.

Paris não é uma cidade barata, mas como eu disse na introdução desse post, me surpreendeu que existem opções para todos os bolsos. Comprar nos mercadinhos, por exemplo, é uma ótima maneira de comer bem gastando pouco. E você vai encontrar os melhores queijos e vinhos pagando pouco.

A moeda oficial é o Euro (imagem: Unplash)


Idioma

O idioma é o francês, provavelmente você sabe disso, mas se você não fala a língua local, dá para se virar bem com o inglês. Eu tinha lido que os franceses não gostam do inglês e isso é verdade, mas se você abrir a conversa mandando um “bonjour”, os caras já baixam a guarda e reagem bem. Eles entendem que você está se esforçando e eles gostam disso.

Uma das minhas dicas de Paris é que se você não fala nada de francês, aprenda algumas palavras e frases mais básicas para quebrar o gelo e ter uma experiência melhor na cidade.


Seguro viagem

O seguro viagem é obrigatório para entrar na Europa. Não portar a apólice de seguro viagem no momento da imigração pode resultar em recusa e o visitante ser deportado ali mesmo. Para evitar que isso aconteça, recomendo que nunca saia do Brasil sem o seguro viagem, até mesmo para sua proteção em países onde o seguro não for obrigatório.

Faça seu seguro viagem aqui com desconto


Quantos dias ficar e o que fazer em Paris

O tempo que você vai ficar em Paris vai depender muito dos seus objetivos e claro, do tempo e orçamento disponíveis. Eu recomendo pelo menos 4 dias em Paris, mas o ideal são pelo menos 5 dias. Na minha viagem eu fiquei 4 dias e achava que deveria ter ficado mais. Por isso, pretendo voltar.

Paris é um lugar que tem tanta coisa para ver e fazer, que as possibilidades não se extinguem nunca. E quando você achar que já viu de tudo, sempre vai ter alguma coisinha nova ou algum café ou restaurante que te surpreenderá.

Posts que podem te ajudar:

O que fazer em Paris pela primeira vez (roteiro de 4 dias)
Visitando a Torre Eiffel
Catedral de Notre Dame e a Ilê de la Cité
Dicas para visitar o Museu do Louvre pela primeira vez
Como visitar o Museu do Louvre sem pegar filas
Basílica de Sacre Coeur e Montmartre
Como visitar o Arco do Triunfo

Como visitar o Arco do Triunfo

Arco do Triunfo


Onde ficar em Paris

Eu não vou mentir para você, hospedagem em Paris é cara sim, mas a boa notícia é que existem opções boas para todos os bolsos. O ideal para quem estiver procurando acomodações mais baratas é pesquisar muito, mas sempre de olho na distância para a estação de metrô mais próxima. Não deixando de levar em conta também a distância da hospedagem para os pontos turísticos que você pretende visitar.

Post que pode te ajudar:

Onde ficar em Paris, dicas para escolher onde ficar

Ruazinha de Montmartre


Como se locomover em Paris

A melhor maneira de andar por Paris é de metrô. O Metropolitano de Paris, chamado pelos parisienses como Métropolitain ou ou simplesmente Métro é formado por 16 linhas, numeradas do 1 ou 14 e com duas linhas menores (ramais) chamados 3bis e 7bis, que estão ligadas as linhas originais 3 e 7, respectivamente. Tudo isso distribuído em 213 km de linhas, com mais de 300 estações. A primeira linha foi inaugurada em 1900 (pensa nisso!) e a última em 1998, a mais moderna.

São tantas linhas e tantas estações, que qualquer ponto da cidade pode ser facilmente acessado pelo metrô. Além disso, tem o RER, o Réseau Express Régional, a rede de trens que corta a cidade em direção ao subúrbio e que pode ser usado combinando com o metrô. É o RER que a gente pega para ir para os aeroportos.

Post que pode te ajudar:

Tudo o que você precisa saber para usar o metrô de Paris
Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro da cidade
Como ir do Aeroporto de Orly até o centro de Paris

aeroporto de Orly até o centro de Paris

Metrô de Paris


Segurança e golpes

Eu costumo dizer que a gente precisa ter o mesmo cuidado, seja andando seja pelo centro de São Paulo ou pelo centro de Paris. Pois gente mal intencionada tem em todo lugar, claro, uns mais que outros. Mas em Paris é sempre bom ficar atento e não baixar a guarda em nenhum momento. Muitas pessoas quando saem do Brasil relaxam e ficam desatentas, é aí que coisas ruins acontecem.

Paris é uma cidade segura, depois dos atentados recentes, a segurança na cidade foi reforçada e a gente já percebe isso no aeroporto. Você vai ver soldados do exército com armas enormes circulado por todos os lados.

Falando em golpes, em Paris isso é bem comum. Eu fiz um post contando os 5 golpes mais comuns em Paris, leia antes de ir e esteja preparado.

***

Bom, pessoal, essas foram as dicas de Paris mais essenciais para quem vai visitar a cidade pela primeira vez. Todos os posts que eu já escrevi sobre Paris podem ser acessados aqui. Vale dar uma olhada lá.


Procurando onde ficar em Paris?


Aqui no blog tem um post com todas as dicas dos melhores lugares para se hospedar em Paris. Eu fiquei em Montmartre e foi ótimo, recomendo. Mas aqui você vai ver outras regiões bem interessantes também (clique aqui para ver o post)

Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.


Booking.com


Passeios em Paris


Compre aqui seus passeios em Paris, ganhe tempo e evite filas


Resolva aqui a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.