Como chegar e como é o passeio a Xochimilco, a “Veneza mexicana”

Xochimilco

Eu começo esse post dizendo que não existe nada mais típico que Xochimilco! A região alagada nas cercanias da Cidade do México está intimamente atrelada a história do país. Naqueles canais os Astecas se locomoviam, nas ilhas artificiais eles plantavam legumes e verduras para alimentar a população de Tenochtitlan, a grande cidade asteca que existia onde hoje está a capital mexicana.

Mais que um lugar turístico, o passeio pelos canais de Xochimilco é um programa que os mexicanos fazem. É nos barquinhos que famílias inteiras tomam café da manhã, almoçam, fazem suas festas e até mesmo casamentos. Basta juntar a família, os amigos, trazer a comida e contratar um barquinho com mariachis para garantir a música. E não é incomum ver esse tipo de festa, eu vi várias em um único dia.

Escolha a sua trajinera

Bem vindo a bordo da Camila Nicole, certamente o nome veio de alguma novela mexicana

Os barquinhos são conhecidos como trajineras, são super coloridos, todos tem nomes de mulheres e bandeiras de países. Eles sobem e descem os canais, as vezes rolam umas colisões, mas nada grave, nada sério. O passeio é lento, animado e curioso. Uma coisa que você vai aprender visitando o México é que lá ninguém tem pressa e passear de barco em Xochimilco é exatamente assim. Devagar e sempre.

Barcos com comidas e bebidas passam oferecendo seu peixe, os mariachis cobrando um punhado de pesos para tocar uma música, brasileira, inclusive.

Eu adorei a experiência de conhecer e passear por Xochimilco, algo que eu realmente recomendo para quem for a Cidade do México, mas existem algumas dicas bem importantes para você ter uma experiência mais bacana, é o que eu trato abaixo.

Os mariachis providenciando o som

As vezes a coisa fica bem tumultuada

Mas todo mundo consegue passar

E tem a ilha das bonecas

Bizarro!


Como chegar a Xochimilco


Xochimilco é longe, fica fora da Cidade do México, mas na região metropolitana da capital. Dá para chegar até lá combinando o metrô + trem, algo que eu não recomendo pois você vai gastar facilmente 2 horas para ir e mais 2 horas para voltar. Além de uma caminhada da estação até onde ficam as trajineras.

A melhor maneira de chegar a Xochimilco é de táxi, Uber ou Cabify e foi o que nós fizemos. Da região central da Cidade do México até Xochimilco nós pagamos 200 pesos no trajeto de aproximadamente 1 hora de Uber, como estávamos em 4 pessoas, saiu 50 pesos por pessoa (menos de 9 reais).

Chegando no pier das trajineras você vai ver centenas delas e algumas dezenas de barqueiros oferecendo o passeio. Nunca aceite o primeiro preço, um valor justo é de 350 pesos por hora. Nós nos encontramos com mais duas pessoas que já estavam lá esperando por nós e contratamos 2 horas de passeio por 700 pesos (117 reais), que deu menos de 20 reais para cada um, já que estávamos em um grupo de 6 pessoas.

Falando nisso, o bacana é fazer o passeio com um grupo de amigos. Tanto para diluir o preço, quanto pelo quesito “animação”.


Mais posts sobre a Cidade do México


Como é a visita às pirâmides de Teotihuacan
Museu Frida Kahlo
Museu Nacional de Antropologia
Monumento e Museu da Revolução Mexicana

Planejando sua viagem

10 coisas que você precisa saber antes de visitar o México
Quanto custa viajar para o México
Como é passar pela imigração Mexicana
Como ir do Aeroporto da Cidade do México ao centro
Dicas de onde se hospedar na Cidade do México
Como usar o metrô da Cidade do México


Procurando hospedagem na Cidade do México?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar