Como é passar pela imigração no México, alfândega e conexões

imigração no México

O aeroporto Benito Juarez na Cidade do México é a principal porta de entrada do país e onde desembarcam os dois voos diários vindos de São Paulo, um da Aeromexico e outro da Latam Airlines. Nesse post vou fazer um apanhado geral de tudo o que você precisa saber para passar pela imigração no México, como funciona a aduana e conexões. 

Se você estiver planejando uma viagem ao México, a boa notícia é que brasileiros não precisam de visto para visitar o país, basta o passaporte com validade mínima de 6 meses. O visto é concedido na hora, com permissão máxima de 180 dias.

Como eu disse acima, eu vim de São Paulo em um voo da Latam e desembarquei no Terminal 1 na Cidade do México. Ainda no avião, a tripulação distribuiu o formulário de imigração. Se em seu voo esse formulário não for distribuído, não se preocupe, existem vários balcões antes do setor de imigração com esses formulários.

Imigração no México: formulário

Um detalhe muito importante que você precisa saber, é que independente de qual seja o seu destino final, é na Cidade do México que você vai fazer a imigração, retirar as malas, fazer o controle alfandegário e seguir viagem ou desembarcar.

Mesmo se as suas malas estiverem etiquetadas até o seu destino final, você precisa fazer todo esse procedimento. Como eu seguiria para Guadalajara com a Interjet (parceira da Latam), tive que despachar de novo a mala e trocar o cartão de embarque.

Imigração no México: Aeroporto Benito Juarez


Como é passar pela imigração no México


Resumidamente, foi um procedimento tranquilo. Eu notei que alguns funcionários nem faziam perguntas, mas tinha um senhor que fazia uma mini entrevista e, claro, foi com ele que eu passei.

Primeiro ele quis saber o motivo da viagem, quantos dias eu ficaria no México e quais cidades iria visitar. Também quis saber o nome dos hotéis em que eu me hospedaria.

Tudo isso deve ter demorado 1 minuto e ele já me devolveu a minha parte do formulário de imigração e o meu passaporte carimbado. Essa parte do formulário que eles devolvem se chama “permiso”, guarde muito bem pois ele precisa ser devolvido na saída do país.

Imigração no México


Restituição de bagagens e controle alfandegário


Depois eu fui retirar a minha mala. O problema é que o Terminal 1 é mal sinalizado, essa regra se aplica a todos os demais terminais desse aeroporto e não tinham displays informando em qual esteira as bagagens estariam disponíveis.

Não tinha nenhum funcionário da Latam nessa área e eu fui pedir informações ao pessoal da American Airlines, que foram super gentis e prestativos. O Terminal 1 do aeroporto tem duas áreas de esteiras, parece que uma área mais nova e essa mais antiga, que foi onde as nossas malas chegaram.

Mas, para chegar até lá, tem que pegar um par de escadas rolantes, esteiras, corredores, atravessar praticamente todo aeroporto para chegar nas esteiras 10 a 12. Ufa!

Depois eu segui para a aduana, primeiro uma moça perguntou de onde eu vinha e se estava sozinho. Depois ela mandou eu pressionar um botão, que faz um sorteio de quem vai ter a mala revistada e claro, eu fui sorteado!

Depois de tudo isso, finalmente, saí na área aberta do aeroporto.


Conexão doméstica na Cidade do México


Quem estiver em conexão, deve procurar seu terminal e os balcões da sua companhia aérea. Como eu ia voar com a Interjet, ainda tive um problemão com o meu check-in.

A minha viagem foi toda comprada com a Latam, que tem essa parceria com a Interjet para trechos domésticos no México. Mas a Latam deveria ter imputado no sistema uma informação referente a franquia de bagagem. Como não tinha essa informação, o check-in da Interjet tinha uma ordem para cobrar o despacho de bagagem.

A funcionária do check-in, que provavelmente já viu esse filme antes, chamou a supervisora e avisou da ordem de cobrança. A supervisora saiu correndo pelo aeroporto e foi até o escritório da Latam pegar a tal autorização. Mega ponto para a proatividade do pessoal da Interjet. Honestamente, se fosse no Brasil, a Latam teria cagado na minha cabeça. Desculpa aí o termo chulo, mas é verdade.

Como ir do aeroporto até o centro da cidade


Conexão internacional na Cidade do México


Se você estiver viajando do Brasil para o outro país que não seja o México, como por exemplo os EUA, vai precisar fazer todos os procedimentos de desembarque. Ou seja: passar pela imigração, retirar a mala, passar pela alfândega, raio-x, despachar de novo a mala e voltar para a sala de embarque, raio-x e passaporte. É chato, um dos poucos países que eu conheço que esse procedimento é obrigatório.

Dicas:

1) Cuidado com o que você leva na sua mala, produtos sujeitos a cobrança tributária serão cobrados pelos mexicanos, mesmo que seu destino não seja o México.

2) Nunca reserve um voo com pouco tempo de conexão, reserve com no mínimo 2 horas para fazer todos os procedimentos. No México é tudo muito lento.

3) Se você viaja só com a Aeromexico, todos os procedimentos são feitos no Terminal 2, não precisa se preocupar com troca de terminal.


Procurando hospedagem na Cidade do México?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

18 Comentários

  • Responder Fevereiro 6, 2018

    Paulo Raia

    Olá, vou fazer uma escala longa na cidade do México no dia 10/03, eu já fiz escala lá e sei que precisa pegar as malas passar pelo raio-x de novo e depois despachar novamente. Você sabe me informar se eu vou ter que levar as malas junto para o hotel que vou ficar na Cidade do México ou já despacho logo na sequencia do raio-x e pego no meu destino final? Eu liguei na Aeromexico mas nem a menina soube me explicar.

    • mm
      Responder Fevereiro 6, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Paulo, tem que retirar mesmo e despachar 3h antes do voo. Você vai ter que levar a mala pro hotel.

  • Olá Fabrício. Vou em setembro desse ano pro México e meu passaporte vence em fevereiro ou março de 2019. Vc escreveu que é preciso que a validade do passaporte seja de no mínimo 6 meses para poder entrar. No entanto já me disseram que o passaporte tem que ser válido pelo período em que vai estar viajando pelo México. No meu caso, o mês de setembro todo. Vc tem certeza disso sobre a validade obrigatória de 6 meses além da data de entrada no país? Pergunto porque estava bem tranquilo inclusive com passagens e datas porque eu posso escolher os dias que tirarei férias. Se encontrasse uma passagem com preço barbada para outubro ou novembro, não teria problema em adiar a viagem um pouco. Mas se essa informação que vc citou for correta, tenho que viajar em setembro de qualquer maneira. Abraço

    • mm
      Responder Março 9, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Anderson. São 6 meses a contar da sua chegada, Por que? Pois o visto mexicano é de 6 meses e por garantia eles exigem o passaporte com essa validade para você não correr o risco de ter o passaporte vencido em território mexicano.

  • Responder Março 8, 2018

    Rafavey

    Olá Fabrício, buenas. Considerando que você vai ficar na cidade do México mesmo, acha que em 1:40 hora pegou as malas e já está na área externa do aeroporto? Obrigado.

    • mm
      Responder Março 9, 2018

      Fabricio Moura

      Ah sim, dá tempo.

  • Fabrício, eu já tinha ido atrás dessa informação antes e fiquei tranquilo. Depois do que li aqui e comentei fiquei encucado e fui atrás de mais informações. e de novo confirmei o que eu já havia falado antes, saca só:

    “** Nosso leitor David, entrou em contato com o Consulado do México em julho de 2017 e nos passou a informação de que para ingressar no México não é exigida uma validade de 180 dias no passaporte, apenas que esteja vigente durante sua estancia no país.”

    Essa era a informação que eu tinha. vou continuar atrás da informação oficial do consulado. Mandei e-mail mas eles só irão reponder em dias de semana e horário comercial.

  • E essa informação tá no site da embaixada do Brasil no México:

    “É recomendável que o passaporte tenha, pelo menos seis meses, de validade (não obstante o fato de que, a rigor, as autoridades mexicanas exigem que o documento de viagem esteja válido apenas pelo prazo da viagem).

  • Oi Fabrício, o consulado do México me respondeu:

    “Senhor Vaz,

    Obrigado pelo email,

    Em resposta a sua mensagem, informa-se que não tem problema nenhum para transitar pelo México ou para viajar ao México dentro da validade do passaporte sempre que cubra completamente o prazo da estadia durante a viagem (independentemente se o passaporte é convencional, de emergência, ou com chip ou com código de barras).
    As autoridades mexicanas não exigem vacinas de tipo nenhum para visitar o México.

    Atenciosamente,
    Consulado do México”

  • Responder Março 16, 2018

    Mary

    Olá . Fiz uma escala no México ontem (15/03/2018) e tive uma surpresa nada agradável. Logo que peguei as malas (eu e minha irmã) veio um funcionário e nos mandou passar numa “revista” das malas. Um funcionário nos perguntou quanto tínhamos gasto nas mercadorias que tínhamos comprado em Las Vegas,de onde estávamos vindo e se tínhamos as nota fiscais . Falou que a cota era de 500 dólares e o que passasse disso tínhamos que pagar o imposto . Resumindo acabamos tendo que pagar 140 dólares de imposto lá, na hora.
    Só passei na Cidade do México por causa da conexão ou escala para poder pegar o voo para o Brasil . A cia era a Aeroméxico.
    Estou pasma até agora !
    Ah ! E os funcionários ainda riem da cara da gente !

    • mm
      Responder Março 17, 2018

      Fabricio Moura

      Mary, isso é errado, eles só poderiam cobrar se você entrasse no país, mas você só fez conexão. Posso estar enganado, mas acho que você caiu em um golpe. Sim, eles riem da nossa cara. Hoje eu caí em um golpe aqui em Praga, peguei um taxi no aeroporto e na hora de pagar ao taxista, ele cobrou um valor diferente do que a atendente do balcão me passou. Aí faz o que? Briga? Chama a polícia ou paga pra não ter dor de cabeça?

      • Responder Março 19, 2018

        MARY LAMBERT

        Também acho que caí num golpe. Estou procurando na internet para ver se existe alguma forma de reaver esse dinheiro de volta. Se alguém souber de alguma informação peço por favor que me repasse. Obrigado pela sua atenção Fabricio.

  • Responder Abril 3, 2018

    Paola

    Boa tarde Fabricio, excelente seu blog, vc pode me tirar uma dúvida se souber por favor, pois irá me ajudar muito!! Tenho um vôo para o México, porém tenho uma escala de 1h30 em Lima, nessa escala eu passo na emigração e carimbo o passaporte? Da tempo de fazer isso em 1h30 ou a emigração é somente no México?

    • mm
      Responder Abril 3, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Paola, tudo bem? No seu caso é só conexão, sai de um avião e entra em outro, no máximo um raio-x na sua babagem de mão. Em 1h30 dá tempo sim.

  • Responder Abril 6, 2018

    Priscila

    Olá Fabricio, estou indo para o EUA e farei uma conexão no México, vou pela Aeroméxico vc sabe em qual terminal irei desembarcar no aeroporto?
    Vc já pegou o monotrilho para ir de um terminal para o outro, sabe se é gratuito ou tem que pagar?
    Pois preciso mudar de terminal por conta do meu hotel.
    Quanto à imigração preciso apresentar cópias dos documentos?

    • mm
      Responder Abril 9, 2018

      Fabricio Moura

      A Aeromexico opera no Terminal 2, o monotrilho é gratuito e a imigração é normal, tem que apresentar todos os documentos que eles pedirem.

  • Responder Abril 9, 2018

    Ivete

    Boa noite Fabricio,

    Por gentileza me tire uma dúvida..Estou indo para Los Angeles com conexão no méxico, eu preciso passar pela imigração? Preciso pegar minhas malas e despachar novamente?
    Obrigada.

    • mm
      Responder Abril 9, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Ivete, tudo bem? Tem sim, chegando na CDMX você vai ter que fazer a imigração, retirar a mala, passar na alfândega, raio-x, despachar de novo… tudo na ida e na volta. Os mexicanos são chatos com isso.

Deixe uma resposta