Templo de Mármore em Bangkok e a foto que eu queria fazer

Templo de Mármore

No ano passado eu estava moscando na internet, meio que sem o que fazer e vi uma foto linda de um templo em Bangkok. Eu já havia visitado a Tailândia duas vezes naquela ocasião e não conhecia aquele templo. O lugar era realmente lindo e imediatamente bateu uma inveja do fotógrafo e um remorso por não conhecer aquele lugar. Com uma ajudinha do Google eu descobri que aquele lugar é conhecido como Templo de Mármore, em Bangkok.

O nome oficial do Templo de Mármore é Wat Benchamabophit, mas prefiro continuar chamado ele pelo nome mais fácil, não me julguem!

Como agora eu estou morando em Bangkok, ficou mais fácil conhecer todos esses lugares que ficaram para trás nas visitas anteriores e claro, o Templo de Mármore estava na lista.

O Templo de Mármore

Falando um pouco dele, o templo foi construído em 1899 durante o reinado de Rama V, um dos monarcas tailandeses que mais construiu templos monumentais e megalomaníacos. E essa marca ficou bem impressa no Templo de Mármore. O templo foi desenhado por um grupo de arquitetos italianos, que agregaram ao projeto elementos mais comuns no ocidente, como vitrais, fazendo uma combinação perfeita com a arquitetura clássica usada em templos budistas.

Como o nome diz, ele é inteiro de Mármore de Carrara e foram toneladas e mais toneladas de mármore que vieram da região da Toscana, na Itália. Eu fico imaginando como eles trouxeram tanto mármore desde a Itália até o outro lado do mundo naquela época.

Templo de Mármore

Quando eu cheguei no templo, a primeira coisa foi procurar o lugar da famosa foto, que já foi até capa de guias da Lonely Planet. O lugar da foto fica em um pátio interno, rodeado de mais de 50 estátuas de Buda… e de um grupo imenso de chineses e indianos esticando seus pau de selfie e berrando uns com os outros.

Como fazer a foto que eu tanto queria com aquela multidão? Mas a gente precisa ser paciente e até mesmo perseverante nessas horas. Até que os grupos foram embora e o templo ficou vazio. Sim, amigos, vazio! E eu pude montar o meu tripé calmamente e fazer fotos e mais fotos até conseguir a que eu queria.

A foto que eu queria fazer

Dever cumprido! Fui continuar meu passeio pelo templo e visitar a parte interna dele. Que é bem pequena, mas tem uma bela imagem de Buda, todo dourada com um plano azul por trás. Bom oportunidade para contemplar e agradecer por momentos especiais como este.

O interior do templo

Detalhes do templo

Galeria de Budas

A parte externa é muito bonita também


Como visitar o templo de Mármore


O Wat Benchamabophit fica um pouco distante das regiões mais turísticas da cidade, talvez por isso ele seja pouco visitado. Chegar até lá é fácil de táxi ou tuk-tuk, que eu peguei na região da Khao San por 150 Bahts (aproximadamente 15 reais). A entrada custou 50 Bahts (mais ou menos uns 5 reais).

Para visitar o templo, assim como todos os templos tailandeses, existem algumas regras de vestimentas. Homens podem entrar com a bermuda na altura dos joelhos e camiseta, nada de regata. Mulheres precisam cobrir pernas e ombros.

 



Eu já estive em Bangkok mais 5 vezes e aliás, já morei lá durante o ano de 2018. Todos os hotéis que eu vou indicar neste post eu já conheço e já me hospedei neles. Leia o post completo com todas as dicas ou confira os principais destaques aqui embaixo:

Rambuttri Village Plaza é um achado! Ele fica no coração do centro histórico de Bangkok, pertinho da Khao San. Embora essa região seja bem cheia, ele fica em uma rua super gostosa e bem tranquila. E foi neste hotel que eu me hospedei em duas ocasiões em Bangkok.

Amara Bangkok faz parte de uma rede de hotéis lá da Ásia, com duas unidades em Singapura, uma em Xangai e este em Bangkok. E não é exagero dizer, esse foi o melhor hotel que eu fiquei em Bangkok.

Prime Hotel Central Station foi reformado a pouco tempo, o quarto era enorme, com uma cama muito confortável. Uma bela vista da estação Hua Lampong, de onde saem os trens para Ayutthaya e para todos os cantos da Tailândia. 

The Quarter Ladprao fica em uma localização super estratégica em Bangkok, perto do Aeroporto Don Mueang e com fácil acesso de trem ao Aeroporto Internacional Suvarnabhumi.

Por fim, um hotel para quem está em trânsito. Eu fiquei no Suvarnabhumi Ville Airport Hotel durante uma conexão longa no Aeroporto Internacional Suvarnabhumi. O hotel fica ao lado do aeroporto, coladinho na pista. Inclusive eles tem um bar no rooftop – que serve drinks maravilhosos e ótimos pratos –  e de onde temos uma vista sensacional dos pousos e decolagens.


Quando ir e quanto custa:
Qual é a melhor época para visitar a Tailândia
Quanto custa viajar para a Tailândia?
Custo de vida na Tailândia
Que moeda levar para a Tailândia

Imigração e serviços:
Chegando em Bangkok por Suvarnabhumi e Dom Mueang
As companhias aéreas low-cost da Tailândia
Como funciona o Grab, o Uber da Ásia
Chip de internet na Tailândia

Leia mais::
Perigos e golpes na Tailândia
15 coisas que você precisa saber antes de visitar
Songkran, o ano novo tailandês

Para organizar a sua viagem:
O que fazer em Bangkok
Onde ficar em Bangkok
Como usar o metrô de Bangkok

Roteiros em Bangkok:
O que fazer em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
8 experiências em Bangkok
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)

Atrações de Bangkok:
Grand Palace e Wat Phra Kaew
Wat Arun: o templo do amanhecer
Wat Pho: o templo do Buda deitado
Passeios de barco em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
Chinatown e o templo do Buda de Ouro
Templo de Mármore em Bangkok
Templo Golden Mount
Mercado Flutuante
Mercado do trem
Khao San Road
Suan Pakkad Palace
Chatuchack Weekend Market
Asiatique
Iconsian
Jim Thompson House
Caminhe sobre Bangkok em uma passarela de vidro


Como chegar em Ayutthaya
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)


O que fazer em Chiang Mai
Onde ficar em Chiang Mai
Aldeia das “mulheres girafa”
Tiger Kingdom
Templo Doi Suthep
Festival das Laternas de Chiang Mai
Uma experiência com os monges de Chiang Mai


Sukhothai, o berço da civilização tailandesa


Krabi & Railay Beach
Railay Beach, como chegar e o que fazer
Roteiro pelas ilhas saindo de Krabi
A ilha dos morcegos gigantes
Tour das 7 ilhas

Phi Phi Island
O que fazer em Phi Phi Islands
Como chegar em Phi Phi
Onde ficar em Phi Phi
Maya Bay
Mergulho em Phi Phi

Phuket
O que fazer em Phuket
Patong Beach em Phuket

Koh Lipe
O que fazer em Koh Lipe
Como chegar em Koh Lipe
Onde ficar

Koh Samui
Dicas de Koh Samui, como chegar e o que fazer
Três ilhas unidas por uma praia em Koh Ningyuan










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.