Como é a visita ao Grand Palace e Wat Phra Kaew em Bangkok

Grand Palace

O Grand Palace é apenas o lugar mais visitado em Bangkok, um enorme complexo de templos e palácios que foram construídos para servirem de residência oficial da realeza tailandesa e cumpriu essa função até 1925. Não bastasse ser um lugar realmente memorável, lá dentro também fica o Wat Phra Kaew, o templo do Buda de esmeraldas, um dos mais importantes da Tailândia.

Eu visitei o Grand Palace no meu segundo dia na Ásia, foi durante o ano novo deles, o Songkran e provavelmente por conta disso, estava ainda mais lotado do que o habitual. Independente disso, prepare-se para longas filas e reserve uma dose extra e paciência com a multidão de turistas chineses que vão te atropelar a todo momento.


Como é a visita ao Grand Palace


O horário de funcionamento do Grand Palace é de 8h30 da manhã às 15h30 de domingo a domingo. A entrada custa 400 Bahts, mas em algumas datas especiais a entrada é grátis, como no dia em que eu fui, por conta do feriado de ano novo.

Muita gente

Muita gente

Chegando lá, existem dois grandes portões de entrada, um somente para tailandeses e outro para estrangeiros. Homens e mulheres não podem entrar de bermuda, com roupas decotadas ou mostrando os ombros.

Na entrada ficam dezenas de ambulantes vendendo calças típicas de tecidos estampados, o preço vai de 100 até 200 Bahts. Mas na entrada do Grand Palace você também pode pegar uma calça emprestada. Mas lembre-se que meio mundo já vestiu aquela calça, então, são sempre meio sujinhas.

Entrando no clima

Entrando no clima

Também é bom lembrar que para entrar dentro dos templos, tem que tirar os sapatos. Usar um chinelo durante a visita ao Grand Palace facilita a vida.

Dentro do complexo, ficam vários templos pequenos e o principal deles, o Wat Phra Kaew, o Templo do Buda de Esmeralda. Que é considerado o mais sagrado da Tailândia.

As paredes são todas revestidas por que pequenos espelhos, vidros coloridos, pedras e muitos detalhes dourados. Um mosaico gigantesco que brilha como um farol na luz do sol.

Templo do Buda de Esmeralda

Templo do Buda de Esmeralda

Todo lugar é cercado por estátuas enormes de guerreiro, que são os guardiões dos templos que afastam os inimigos e protegem o lugar dos invasores e forças negativas.

O Grand Palace e Wat Phra Kaew são lugares sagrados pelos tailandeses, um lugar de fé e oração, apesar da imensa multidão de turistas que transformam o lugar em um verdadeiro caos, não podemos nos esquecer da função religiosa do Grand Palace.

Grand Palace

Grand Palace

Grand Palace

Grand Palace

Um dos muitos guerreiros do Grand Palace

Um dos muitos guerreiros do Grand Palace

Grand Palace

Grand Palace

 


Dicas para sua visita


1 ) Use roupas leves e não se esqueça de usar calça comprida (para os homens e mulheres) e saia longa (para as mulheres), além disso, roupas decotadas e ombros de fora são proibidos.

2 ) Leve uma garrafa de água. Lá dentro só existem alguns bebedouros e a origem da água não é segura e ninguém quer ter uma dor de barriga, né?

3 ) Chegue cedo, as filas são enormes e sempre vai estar lotado.


Como chegar ao Grand Palace


 

Para quem está hospedado na região da Khao San Road, dá para ir até lá a pé sem dramas. Se você está e outra região da cidade, vai ter que optar pelo taxi ou tuk-tuk, essa parte de Bangkok não é atendida pelo trem ou metrô.




Eu já estive em Bangkok mais 5 vezes e aliás, já morei lá durante o ano de 2018. Todos os hotéis que eu vou indicar neste post eu já conheço e já me hospedei neles. Leia o post completo com todas as dicas ou confira os principais destaques aqui embaixo:

Rambuttri Village Plaza é um achado! Ele fica no coração do centro histórico de Bangkok, pertinho da Khao San. Embora essa região seja bem cheia, ele fica em uma rua super gostosa e bem tranquila. E foi neste hotel que eu me hospedei em duas ocasiões em Bangkok.

Amara Bangkok faz parte de uma rede de hotéis lá da Ásia, com duas unidades em Singapura, uma em Xangai e este em Bangkok. E não é exagero dizer, esse foi o melhor hotel que eu fiquei em Bangkok.

Prime Hotel Central Station foi reformado a pouco tempo, o quarto era enorme, com uma cama muito confortável. Uma bela vista da estação Hua Lampong, de onde saem os trens para Ayutthaya e para todos os cantos da Tailândia. 

The Quarter Ladprao fica em uma localização super estratégica em Bangkok, perto do Aeroporto Don Mueang e com fácil acesso de trem ao Aeroporto Internacional Suvarnabhumi.

Por fim, um hotel para quem está em trânsito. Eu fiquei no Suvarnabhumi Ville Airport Hotel durante uma conexão longa no Aeroporto Internacional Suvarnabhumi. O hotel fica ao lado do aeroporto, coladinho na pista. Inclusive eles tem um bar no rooftop – que serve drinks maravilhosos e ótimos pratos –  e de onde temos uma vista sensacional dos pousos e decolagens.


Quando ir e quanto custa:
Qual é a melhor época para visitar a Tailândia
Quanto custa viajar para a Tailândia?
Custo de vida na Tailândia
Que moeda levar para a Tailândia

Imigração e serviços:
Chegando em Bangkok por Suvarnabhumi e Dom Mueang
As companhias aéreas low-cost da Tailândia
Como funciona o Grab, o Uber da Ásia
Chip de internet na Tailândia

Leia mais::
Perigos e golpes na Tailândia
15 coisas que você precisa saber antes de visitar
Songkran, o ano novo tailandês

Para organizar a sua viagem:
O que fazer em Bangkok
Onde ficar em Bangkok
Como usar o metrô de Bangkok

Roteiros em Bangkok:
O que fazer em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
8 experiências em Bangkok
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)

Atrações de Bangkok:
Grand Palace e Wat Phra Kaew
Wat Arun: o templo do amanhecer
Wat Pho: o templo do Buda deitado
Passeios de barco em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
Chinatown e o templo do Buda de Ouro
Templo de Mármore em Bangkok
Templo Golden Mount
Mercado Flutuante
Mercado do trem
Khao San Road
Suan Pakkad Palace
Chatuchack Weekend Market
Asiatique
Iconsian
Jim Thompson House
Caminhe sobre Bangkok em uma passarela de vidro


Como chegar em Ayutthaya
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)


O que fazer em Chiang Mai
Onde ficar em Chiang Mai
Aldeia das “mulheres girafa”
Tiger Kingdom
Templo Doi Suthep
Festival das Laternas de Chiang Mai
Uma experiência com os monges de Chiang Mai


Sukhothai, o berço da civilização tailandesa


Krabi & Railay Beach
Railay Beach, como chegar e o que fazer
Roteiro pelas ilhas saindo de Krabi
A ilha dos morcegos gigantes
Tour das 7 ilhas

Phi Phi Island
O que fazer em Phi Phi Islands
Como chegar em Phi Phi
Onde ficar em Phi Phi
Maya Bay
Mergulho em Phi Phi

Phuket
O que fazer em Phuket
Patong Beach em Phuket

Koh Lipe
O que fazer em Koh Lipe
Como chegar em Koh Lipe
Onde ficar

Koh Samui
Dicas de Koh Samui, como chegar e o que fazer
Três ilhas unidas por uma praia em Koh Ningyuan










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

6 Comentários

  • Responder fevereiro 17, 2017

    Ana Maria Santos

    Fabrício: estou adorando os teus post. Vou para Tailândia, Camboja e Dubai no início de março. Leio tudo que posso. Estou me guiando com as tuas dicas, que tem sido de grande valia.Ja convenci o meu marido de usar calça de elefantinhos, há há…Belas fotos. Um grande abraço.

    • mm
      Responder fevereiro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Ana, tudo bem? Tailândia é maravilhosa, tanto eu eu volto em abril desse ano e a calça de elefantinho vai na mala de novo. Fica de olho no blog que vou soltar mais posts sobre a Tailândia e outros países da região.

  • Responder abril 20, 2017

    Vivi

    Fabricio, to devorando seus posts…
    Quando dizem ‘nao entrar com calçado’ faz o que? guarda na bolsa, deixa do ladinho da porta, põe embaixo do braço?
    To com a cabeça muito brasileira, medo que roubem meu calçado… kkkk
    Tb minha mae ensinou a nao deixar nada largado por ai, dai minha duvida!

    Obrigada

    • mm
      Responder abril 21, 2017

      Fabricio Moura

      Vivi, pode deixar do lado de fora, ninguém mexe. Se você quiser, pode levar na bolsa sim, mas todo mundo deixa do lado de fora tranquilamente.

  • Responder julho 28, 2018

    Bruna

    Mulher não pode entrar de calça?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.