Ásia dia 14: Dia de não fazer absolutamente nada. Ou não?

No meio de uma longa viagem longa como essa, a gente realmente precisa tirar uns dias para descansar, se não o corpo simplesmente não aguenta tantos passeios, tanta função em um curto período de tempo.

Depois do susto no avião da Air Asia, eu ainda não estava legal e precisava de um dia pra mim. Eu estava me sentindo cansado, sem aquela disposição para fazer o dia durar 48 horas. Sabe aquele dia sem fazer nada mas que na verdade vocês ainda faz um monte? É disso que eu to falando.

Eu estava conversando com a Amanda, uma americana que eu conheci aqui e ela me disse  “não entendo porque as pessoas simplesmente não aproveitam a estrutura maravilhosa do hotel, férias também é isso”.

E ela está certa, tudo bem que eu não estou de férias, isso aqui também é trabalho, mas hoje foi o dia de puxar um pouco o freio de mão e relaxar. Aproveitar a vista incrível que eu tenho do meu quarto, nadar na piscina vazia ou atravessar o gramado e pular no mar quentinho da Tailândia.

Escrever alguns textos pro site, editar algumas fotos, alguns vídeos, tocar alguns freelas bem devagar e ter um dia sussa.

Quando eu vou fazer isso novamente?

Leia mais:
Todos os posts do mochilão pela Ásia


Reserve aqui os seus passeios



Quando ir e quanto custa:
Qual é a melhor época para visitar a Tailândia
Quanto custa viajar para a Tailândia?
Custo de vida na Tailândia
Que moeda levar para a Tailândia

Imigração e serviços:
Chegando em Bangkok por Suvarnabhumi e Dom Mueang
As companhias aéreas low-cost da Tailândia
Como funciona o Grab, o Uber da Ásia
Chip de internet na Tailândia

Leia mais::
Perigos e golpes na Tailândia
15 coisas que você precisa saber antes de visitar
Songkran, o ano novo tailandês

Para organizar a sua viagem:
O que fazer em Bangkok
Onde ficar em Bangkok
Como usar o metrô de Bangkok

Roteiros em Bangkok:
O que fazer em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
8 experiências em Bangkok
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)

Atrações de Bangkok:
Grand Palace e Wat Phra Kaew
Wat Arun: o templo do amanhecer
Wat Pho: o templo do Buda deitado
Passeios de barco em Bangkok
O melhor roteiro de barco em Bangkok
Chinatown e o templo do Buda de Ouro
Templo de Mármore em Bangkok
Templo Golden Mount
Mercado Flutuante
Mercado do trem
Khao San Road
Suan Pakkad Palace
Chatuchack Weekend Market
Asiatique
Iconsian
Jim Thompson House
Caminhe sobre Bangkok em uma passarela de vidro


Como chegar em Ayutthaya
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)


O que fazer em Chiang Mai
Onde ficar em Chiang Mai
Aldeia das “mulheres girafa”
Tiger Kingdom
Templo Doi Suthep
Festival das Laternas de Chiang Mai
Uma experiência com os monges de Chiang Mai


Sukhothai, o berço da civilização tailandesa


Krabi & Railay Beach
Railay Beach, como chegar e o que fazer
Roteiro pelas ilhas saindo de Krabi
A ilha dos morcegos gigantes
Tour das 7 ilhas

Phi Phi Island
O que fazer em Phi Phi Islands
Como chegar em Phi Phi
Onde ficar em Phi Phi
Maya Bay
Mergulho em Phi Phi

Phuket
O que fazer em Phuket
Patong Beach em Phuket

Koh Lipe
O que fazer em Koh Lipe
Como chegar em Koh Lipe
Onde ficar

Koh Samui
Dicas de Koh Samui, como chegar e o que fazer
Três ilhas unidas por uma praia em Koh Ningyuan










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.