Por que eu decidi me mudar para Bangkok, na Tailândia?

mudar para Bangkok

Desde o momento em que eu publiquei nas minhas redes sociais que tinha me mudado para Bangkok, choveram perguntas nos comentários. Por que eu decidi me mudar para Bangkok? O que eu vou fazer da vida na Tailândia? Com que eu vou trabalhar? Se eu me apaixonei por alguém aqui?

Para entender melhor a razão – ou as razões – a gente precisa voltar em 2016, quando eu visitei o país pela primeira vez. Nunca tinha passado pela minha cabeça morar na Ásia. Quem me conhece sabe que se eu tivesse que escolher um lugar fora do Brasil para viver, esse lugar seria Londres. Sempre me identifiquei com a cidade, volta e meia quando a grana dava eu fugia para lá.

Mas desde o primeiro momento em que eu pisei nessa terra, senti algo bom, uma sensação de pertencimento. Parecia que eu já estivera aqui antes. Eu estava em um momento difícil na minha vida – entenda como coisas do coração e novos desafios na carreira – e a Tailândia me trouxe paz e reflexão. Uma questão energética difícil de explicar, mas fácil de sentir.

Voltei para o Brasil com a cabeça e o coração aqui e meses depois eu já tinha comprado outra passagem para Bangkok. Voltei a Tailândia em 2017 e novamente senti aquela energia. As lágrimas expontâneas rolaram ainda no aeroporto. Sabia que tinha algo especial aqui, não era animação de primeira viagem. Foi então que eu decidi que precisava passar um tempo maior na Tailândia.

Por quê eu decidi me mudar para Bangkok?

Foi um processo, não existe essa história de jogar tudo para o alto e partir em uma aventura sem destino. É preciso um bom planejamento, financeiro e emocional. A maioria das pessoas que tentam a vida em outro país sem o mínimo de planejamento se dão mal. Como você vai se manter? Os boletos vão continuar chegando seja no Brasil ou em qualquer outro canto do mundo.

No meu caso o blog é o meu trabalho, é ele que paga as minhas contas. Mas eu também sou designer freelancer e não preciso estar fisicamente em São Paulo para poder trabalhar. É um facilitador quando a gente faz um paralelo com quem tem um trabalho mais tradicional, eu sei. 

Por outro lado eu passei por um processo de desapego, de me livrar dos excessos, de coisas que a gente vai acumulando durante a vida e que não fazem sentido serem mantidas. Por exemplo, quantas calças jeans a gente realmente precisa ter? E quando você se dá conta de que usa sempre as mesmas roupas? Uma vez eu vi um post no Facebook que dizia que a gente usa menos de 10% de tudo que tem. Verdade ou não, a gente precisa de bem pouco para viver, menos do que achamos.

Por que eu decidi me mudar para Bangkok?

Foi assim que eu me livrei dos excessos, emiti uma passagem só de ida para a Tailândia, aluguei meu apartamento em São Paulo, resumi a minha vida em duas malas. Não tem nada a ver com essa situação medonha social e governamental que o Brasil está passando, tem a ver comigo e com meus sentimentos, desejos e sonhos. É como uma terceira fase na minha vida, um novo crescimento, o meu Chapter III.

Bangkok não é uma roça, é um dos principais centros financeiros da Ásia, uma das cidades mais desenvolvidas do sudeste asiático, que oferece qualidade de vida a baixo custo. Infraestrutura, conectividade, cultura e diversão é algo que não falta por aqui. É uma megacidade caótica sim, mas que preserva a sua espiritualidade e que acolhe quem chega com um belo sorriso no rosto. Não por acaso que chamam a Tailândia de “Land of Smiles”.

Se eu vou voltar para o Brasil? Com certeza! Só não sei quando. Pode ser em 6 meses, pode ser em 1 ano ou mais. Eu acho que no meio desse processo de mudança é importante aceitar que pode dar errado. Se adaptar a um país estrangeiro não é fácil, ainda mais em um país tão diferente para nós. E se não der certo, seguirei tentando.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

26 Comentários

  • Responder agosto 19, 2018

    Camila Lisbôa

    Que legal, Fabricio! Sorte na jornada!

    Me identifiquei com alguns pontos de quando, 3 anos e meio atrás, eu decidi mudar pro Chile ‘por um ano 😂’

    Que a vida te mostre os caminhos! Enjoy Thailand ♥️

    • mm
      Responder agosto 19, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado, Camila! Chega um momento da vida que a gente precisa sacudir as coisas e seguir o coração.

  • Responder agosto 19, 2018

    Danielle coutinho

    Nossa parabens pela coragem, sempre me perguntei pq te admirava? Tai a resposta sua coragem. Queria ter sua coragem, quem sabe um dia. Fique bem.

    • mm
      Responder agosto 19, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado, Dani =)

  • Responder agosto 19, 2018

    Aldrey Kelly Villaca

    Sucesso neste nova etapa da sua vida!!
    Eu ainda não tive a coragem de mudar, mas do desapego já estou treinando 😊😊

    • mm
      Responder agosto 19, 2018

      Fabricio Moura

      É um processo mesmo, não acontece da noite pro dia, a gente precisa ir por etapas e você está fazendo certo. Obrigado pela mensagem =)

  • Responder agosto 19, 2018

    Waldirene Carvalho

    Nossa Fabrício sei exatamente quais foram estes sentimentos. Tbm estive na Tailândia em 2016, fiquei quase um mês e voltei para o Brasil com a sensação de ter encontrado meu lugar. Digo sempre para os meus amigos que depois que fui a Tailândia muitas coisas mudaram dentro de mim, principal as questões materiais. Estou voltando no final do ano para ficar mais 30 dias. Infelizmente ainda não posso viver por um tempo na Tailândia, sou advogada e não consigo deixar meu escritório por um período longo de tempo, preciso estar presente. Mas ainda tenho fé que de alguma forma vou conseguir realizar este sonho, passar um período longo na Tailândia.
    Boa sorte, estou torcendo por vc. !! 😘😘

    • mm
      Responder agosto 19, 2018

      Fabricio Moura

      Que relato mais bacana, Waldirene. Você sabe bem que energia é essa, que sensação boa é estar nesse lugar. Mesmo que você não consiga passar um longo período, 30 dias já é incrível. Olha quantas pessoas gostariam de fazer o mesmo! Sawadee Krap!

  • Responder agosto 19, 2018

    Conceição

    Muitas bençãos pra você nessa nova fase de sua vida Fabrício. Sigo você no Instagram há algum tempo e você conquistou meu carinho. Abraços

    • mm
      Responder agosto 19, 2018

      Fabricio Moura

      Super obrigado pelo carinho! Abraços!

  • Responder agosto 19, 2018

    Angela

    Que demais, Fabrício!!! Sucesso na nova empreitada aí! A Tailândia é realmente fantástica!

    • mm
      Responder agosto 20, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado, Angela <3

  • Responder agosto 19, 2018

    Martha Domingues

    Fabricio, querido! Que demais! Uma decisao dessa requer coragem acima de tudo, tenho certeza que qualqer canto do mundo sempre tem espaco para pessoas queridas como vc! Se jogue na Tailandia e viva intensamente esse momento! Vai ser sensacional!

    • mm
      Responder agosto 20, 2018

      Fabricio Moura

      Ahhhhh sua linda! Que bacana receber essa mensagem sua. Super obrigado <3

  • Responder agosto 20, 2018

    angela sant anna

    SEPARA UM CANTINHO PRA MIM!!!

    • mm
      Responder agosto 22, 2018

      Fabricio Moura

      hahahhahha venha!

  • Responder agosto 22, 2018

    Pérola Carmignani

    Muito sucesso neste novo desafio, afinal a vida e feito deles ! Você merece tudo de bom ! Torcendo aqui por você meu querido !

    • mm
      Responder agosto 22, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado minha amiga!

  • Responder agosto 22, 2018

    Gabriela Sanches

    Que admirável essa tua mudança. Eu acredito que a vida pede umas viradas assim, de vez em quando. Tenho certeza que terá muita coisa boa nessa nova etapa, seja muito feliz meu querido. Agora chegou a hora de mudar tua apresentação, “Meu nome é Fabricio, moro em BANGKOK, sou designer e …”

    • mm
      Responder agosto 22, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado Gabi! Precisooo atualizar isso!!! Ai os nossos carnavais, saudades <3

  • Responder agosto 22, 2018

    Luiz Pattoli

    Que demais! Muita sorte nessa nova fase!

    • mm
      Responder agosto 23, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado, Pattoli =)

  • Responder agosto 24, 2018

    Paulo Sousa

    Se precisar de um assistente, tiro boas fotos, falo um pouco de inglês e não como muito! :p

    • mm
      Responder agosto 25, 2018

      Fabricio Moura

      hahahahhah ainda não estou abrindo vagas, vou deixar o seu contato no RH

  • Parabéns pela coragem!

    • mm
      Responder setembro 19, 2018

      Fabricio Moura

      Obrigado, Adriana =)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.