Uber não funciona mais na Tailândia, mas existe o ótimo Grab

No meu segundo dia em Bangkok eu precisava ir do hotel onde eu me hospedei nos primeiros dias até o apartamento que eu aluguei. Minha opção óbvia era chamar um Uber, que sempre funcionou bem na Tailândia e é meu queridinho no Brasil e em diversos cantos do mundo.

Peguei o celular, abri o aplicativo e coloquei o endereço de destino. Aí veio a mensagem de “serviço indisponível no momento”. Tentei mais algumas vezes até uma simples busca no mestre Google trouxe a resposta: o Uber não funciona mais na Tailândia. Sim, amigos, isso mesmo, a empresa encerrou suas operações na Tailândia em março deste ano.

Foi aí que na mesma notícia tinha a informação de que os motoristas que antes trabalhavam com o Uber foram migrados para o aplicativo chamado Grab, que atende, além da Tailândia, a Malásia, Singapura, Indonésia, Vietnã, Camboja, Filipinas e Mianmar.

Então eu fui usar o Grab pela primeira vez. O app lembra bastante o app do Uber, é fácil de usar e claro, tem versão em inglês. 

Para instalar o app foi fácil, mas ele pede a confirmação do cadastro enviando um SMS para o seu telefone. Se você estiver usando um chip que não funciona na Tailândia, não vai conseguir completar a instalação. Eu estou usando um chip da AIS, que eu comprei no aeroporto de Bangkok e funciona muito bem (leia mais aqui). Uma opção é tentar instalar o app antes de sair do Brasil, mas não sei se o SMS de confirmação vai chegar. Não custa tentar.

Interface do Grab

Você pode cadastrar o seu cartão de crédito para a cobrança automática, ou você pode deixar o pagamento em modo manual e escolher pagar em dinheiro ou cartão ao chegar em seu destino.

O app também mostra o valor da corrida, só é preciso ficar atento pois em Bangkok existem alguns pedágios quando é preciso pegar as vias rápidas e o valor da tarifa (média de 50 bahts) é o usuário paga.

Algo que eu achei interessante é que enquanto você estiver na corrida, um botão de emergência fica ativo no app. Soube depois que caso você tenha algum problema de segurança, acionando este botão, o pessoal do Grab monitora de perto o carro e aciona a polícia.

Também é preciso finalizar a corrida, clicando no botão que diz “cheguei em segurança“. Confesso que, por conta de todos esses mecanismos de segurança do app, eu fiquei um tiquinho preocupado, será que acontecem tantos incidentes assim a ponto de terem essas features no app?

O fato é que deu tudo certo e ficou barato, eu paguei 270 bahts (220 do Grab + 50 de pedágio) por uma corrida de 30 minutos, convertendo vai dar aproximadamente 27 reais.

Aproveitando a ocasião eu fiz algumas simulações, por exemplo, um táxi do Aeroporto Internacional Suvarnabhumi até o hotel onde eu estava custou 700 bahts (70 reais), no Grab custaria 550 bahts (55 reais).

Ou seja, é um bom serviço, barato e vale a pena. Em Bangkok a gente precisa ter muito cuidado com os taxistas. Sempre combinar o valor da corrida antes de entrar no carro, já que nenhum deles usa o taxímetro. Já com o Grab é o app que calcula o custo da corrida.

O Grab também tem serviço de delivery e um programa de recompensas, que eu ainda não sei como funciona. Mas assim que descobrir eu vou contar aqui.


Mais posts sobre Bangkok


Planejando a sua viagem

Qual é a melhor época para visitar a Tailândia
Onde se hospedar em Bangkok
Perigos e golpes na Tailândia
Quanto custam as coisas na Tailândia?
15 coisas que você precisa saber antes de visitar Bangkok
Que moeda levar para a Tailândia
Chegando em Bangkok por Suvarnabhumi e Dom Mueang

Coisas para fazer em Bangkok

Grand Palace e Wat Phra Kaew
Wat Arun: o templo do amanhecer
Wat Pho: o templo do Buda deitado
Passeios de barco em Bangkok
Mercado Flutuante
Mercado do trem
Khao San Road
8 experiências em Bangkok
O que fazer em Ayutthaya (bate volta)


Procurando hospedagem em Bangkok?


Eu escrevi um post  mapeando as melhores áreas para se hospedar em Bangkok:

Onde se hospedar em Bangkok

Mas você pode também ver a nossa lista completa de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui

Hospedagem em Bangkok


Contrate um passeio em Bangkok



Baixe o nosso Guia de Bangkok


Baixe aqui o nosso guia exclusivo de Buenos Aires em PDF para ler no celular, tablet ou computador.

banner_site


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.