Ásia dia 5: De Bangkok para Chiang Mai, taxi e aeroporto

Chiang Mai

Dia de dar adeus a Bangkok e partir para Chiang Mai, pelo menos por alguns dias já que meu retorno para Dubai vai ser via Bangkok e vou ficar mais uns dias por lá. Bangkok só me rendeu coisas boas, mas no último dia algo no mínimo curioso me aconteceu.

Eu estava de boinha na piscina do hotel hoje cedo aproveitando os últimos minutos daquela maravilha, quando chegou um casal, acho que da Coréia do Sul – ainda não consigo identificar facilmente os orientais. O cara se jogou na piscina e a esposa ficou fazendo snapchats. Aí eles começaram a me olhar e cochichar, ’uepáaa, que merda é essa?’ pensei. Aí ela veio me dizer que o marido dela queria muito tirar uma foto comigo. ‘Oi? Como assim dona?’. Nem deu tempo de perguntar nada, o cara já jogou o braço no meu pescoço e ela fez a foto.

Preciso dizer que eu não entendi nada? Bom, era hora de fazer a mala e ir pro aeroporto Don Mueang e aqui fica uma dica para quem vai a Bangkok: Taxi aqui é barato, mais barato que os Tuk-Tuk, mas os taxistas não usam taxímetro, então, sempre tem que negociar a corrida. Para ter uma ideia, o taxista queria me cobrar 700 baths (70 reais) até o aeroporto, fechamos em 500 baths (50 reais), um ótimo valor pela longa distância até lá, uns 40 minutos de viagem. Em breve (um dia) o Don Mueang vai ter ligação com o metrô, mas por enquanto o taxi é a melhor opção.

Evite os Tuk Tuk

Evite os Tuk Tuk

Se você vai fazer um giro pela Ásia, saindo ou chegando de Bangkok em alguma low-cost, certamente vai passar por esse aeroporto. O Don Mueang era o antigo aeroporto de Bangkok e está quase todo reformado e lindão. Mas olha, as filas são longas e nunca deixe para chegar aqui em cima da hora.

Eu voei para Chiang Mai, no norte do país com a Thai Lion, o checkin e despacho das malas demoraram uns 40 minutos, mais o tempo de raio-x, lá se foram mais de 1 hora. Sacou?

Dom Mueang: reformadão

Dom Mueang: reformadão

O vôo até Chiang Mai foi tranquilão, vou fazer uma resenha detalhada depois, e o aeroporto da cidade é bem pequeno, já a cidade teve um crescimento absurdo nos últimos 2 anos, a minha guia, que foi me buscar no aeroporto, me disse que 3 shoppings center foram inaugurados no centro nos últimos 2 anos, além de um monte de viadutos e vias suspensas em construção. Tailandeses amam elevados #ChoraMinhocão.

A primeira impressão de Chiang Mai foi muito boa, cidade bonita, bem cuidada mas que eu vou conhecer melhor só nos próximos dias, amanhã eu vou atravessar a fronteira norte da Tailândia para a Myanmar, antiga Birmânia, certamente vou ter muito assunto desse dia.

Leia mais:
Todos os posts do mochilão pela Ásia


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar