10 coisas para fazer na Tailândia muito além de Bangkok

10 coisas para fazer na Tailândia

Quando a gente pensa em Tailândia, a primeira imagem que vem na mente são das praias magníficas e dos templos imponentes de Bangkok, correto? Isso mesmo, são esses os principais cartões de visita da “terra do sorriso”. Mas se você quiser ir além desses lugares, eu tenho aqui uma lista com as 10 coisas para fazer na Tailândia muito além de Bangkok.

Prepare seu espírito aventureiro, leia esses posts que eu vou linkar aqui embaixo e que são fundamentais para um bom planejamento e partiu, Tailândia!

Qual a melhor época para visitar a Tailândia
Onde se hospedar em Bangkok
Perigos e golpes na Tailândia
Qual internet usar em toda Tailândia
15 coisas que você precisa saber antes de visitar Bangkok
Chegando em Bangkok: Imigração, vacinas e visto


10 coisas para fazer na Tailândia


Viajar de trem pelo interior

A Tailândia é cortada de norte a sul, de leste a oeste por ferrovias, que é a forma da qual os tailandeses viajam pelo país, especialmente entre as províncias. E viajar de trem no país é extremamente barato. Por exemplo, uma passagem de Bangkok até Ayutthaya custa 15 bahts, o equivalente a R$1,50.

Mas muito além de Ayutthaya, você pode descobrir vilarejos lindos e pacíficos, como a província de Hua Hin, na costa do Golfo da Tailândia e onde a realeza mantém um palácio de verão, o que chega a ser irônico em um lugar onde faz calor o ano todo.

10 coisas para fazer na Tailândia: Para quem gosta de trens antigos, é um prato cheio

Ferrovia da morte

Ainda falando de trens, essa experiência aqui merece um tópico a parte. É a chamada “ferrovia da morte de Mianmar” ou Burma Railway como é conhecida oficialmente. A gente passa por paisagens cênicas, de natureza abundante de cair o queixo.

Ela foi construída pelos japoneses durante a Segunda Guerra Mundial para levar suprimentos de Bangkok até a Birmânia (hoje Mianmar), ao todo, quase 300 mil prisioneiros de guerra, asiáticos e ocidentais trabalharam para construir a ferrovia. Desses, mais de 100 mil morreram na construção, por isso ela é chamada popularmente de “ferrovia da morte”.

O trem sai da estação de Kanchanaburi e vai até Tanintharyi em Mianmar, no país vizinho. Apesar de brasileiros precisarem de visto, eu fui com a cara e a coragem e ninguém questionou isso. Mas não dá pra confiar sempre, né?

Leia mais aqui

Ferrovia da morte de Mianmar é seguro viajar para Mianmar

Trem da morte

Mergulhar no parque marinho Mu Ko Surin

A Tailândia possui mais de 8 mil quilômetros de litoral, sem contar as milhares de ilhas e ilhotas que forma o país. Lugares fantásticos para mergulhar é algo que não falta, como a região de Krabi e Phi Phi.

Mas para quem procura uma experiência mais exclusiva e sem multidões de chineses na água enfiando suas GoPro falsas na sua cara, eu recomendo muito mergulhar no parque marinho Mu Ko Surin.

O parque fica nas ilhas Surin, distante 50km do continente, mas chegar é fácil. Lá a gente encontra uma infinidade de recifes de corais, mar transparente e peixes a perder de vista. Se você for mais roots, vale acampar nas ilhas, mas dá também para fazer um bate-volta, chegando pela manhã e voltando a noite.

10 coisas para fazer na Tailândia: Parque marinho Mu Ko Surin (imagem: Shutterstock)

Songkran, o ano novo tailandês

Na primeira vez em que eu coloquei os pés na Tailândia foi no meio do Songkran, o ano novo tailandês. Bangkok estava em festa, e todas as cidades do país também. Muita música, comida, gente e água. É que a tradição local manda jogar água uns nos outros para purificar a alma e deixar tudo de ruim para trás e começar um novo ciclo.

É um grande ritual de passagem e extremamente interessante. Os tailandeses espalham flores pela cidade, libertam os pássaros que estiverem presos e devolvem aos rios os peixes dos aquários. Limpam as casas, visitam os parentes e vestem sua melhor roupa.

O Songkran acontece em abril, e começa a ser celebrado no primeiro dia da quinta lua crescente e dura três dias, em geral lá pelo dia 15 de abril.

Songkran

Os parques nacionais da região de Chiang Mai

Chiang Mai é uma cidade interessantíssima, cheia de coisas para fazer, mas ela também é conhecida por seus parques nacionais e são nada mais, nada menos que 10 nas redondezas da cidade. Mas se você ficou na dúvida sobre qual visitar, vale focar no Parque Nacional Doi Inthanon. O parque é cheio de jardins lindos, pagodas, trilhas e cachoeiras lindíssimas.

10 coisas para fazer na Tailândia: Parque Nacional Doi Inthanon

Visitar Wat Ban Rai

Wat Ban Rai é um templo magnífico que fica distante umas 3 horas de Bangkok, mas o que faz desse lugar tão especial? É que diferente dos demais templos, a arquitetura dele é em formato de elefante, multicolorido com dezenas de representações de outros animais, duas naga, a serpente mitológica muito comum na cultura asiática.

Para deixar tudo ainda mais bonito e exótico, o templo fica no meio de um lago. Caminhar por ele é uma experiência visual única.

Wat Ban Rai (Imagem: Lee Craker)

Fazer uma tatuagem Sak Yant

A Sak Yant é a tradicional tatuagem tailandesa que só é feita por monges de alguns templos budistas. Mas não vai achando que é chegar lá, pagar e sair com a que você escolher. Primeiro que eles não cobram pela tatuagem, mas é educado levar uma doação. Depois são eles quem escolhem o que será tatuado e onde será tatuado.

Sim, a gente não tem controle sobre o que está sendo feito, mas fica tranquilo, as tatuagens são lindas e eles nunca vão tatuar na sua cara, por exemplo.

10 coisas para fazer na Tailândia: Tatuagem Sak Yant

As florestas de Chiang Kham

Chiang Kham fica no norte do país e faz fronteira com o Laos. A região é tomada por uma mata exuberante, rios caudalosos e cachoeiras de água cor de safira.

No Parque Nacional de Phu Sang você vai poder ver elefantes soltos na natureza e com sorte, até tigres e outros animais da fauna asiática. Um roteiro quase particular, sem multidões de turistas e uma experiência única.

As florestas de Chiang Kham

O Triângulo Dourado

O Golden Triangle é o ponto onde o Rio Mekong se encontra o Rio Ruak é conhecido localmente como Sop Ruak, mas é popularmente chamado mesmo de Triângulo Dourado. É lá que Mianmar, Laos e Tailândia se encontram, formando uma tríplice fronteira.

Pelas margens um pedacinho da Tailândia intocada e sem sinal do turismo em massa, você pode pagar 50 bahts (5 reais) para um barqueiro te levar para um passeio de long-tail, os barquinhos tradicionais da Tailândia.

Você encontrará mercados flutuantes originais, estátuas de Buda e elefantes, tudo dourado surgindo no meio da selva

10 coisas para fazer na Tailândia: O Triângulo Dourado

Mercados flutuantes

Falando em Mercados Flutuantes, eles já foram muito comuns nessa parte do mundo, hoje acabaram virando uma atração mais para turistas, mas existem muitos mercados flutuantes que servem a população, como o Amphawa Floating Market, Samut Songkhram, e Taling Chan Weekend Floating Market.

Mas se você não tiver muito tempo livre, recomendo o Damnoen Saduak. Eu fui, gostei do que vi, mesmo sendo bem turistão.

Leia mais aqui

mercado flutuante

Mercado flutuante


Planejando a sua viagem para a Tailândia


Qual a melhor época para visitar a Tailândia
Onde se hospedar em Bangkok
Perigos e golpes na Tailândia
Qual internet usar em toda Tailândia
15 coisas que você precisa saber antes de visitar Bangkok
Chegando em Bangkok: Imigração, vacinas e visto
8 dicas para você sobreviver ao calor da Ásia


O que fazer na Tailândia


Roteiros

Roteiros na Ásia: Tailândia, Camboja, Malásia e Mianmar
O que fazer em Ayutthaya (roteiro bate-volta)
Roteiro completo pelas ilhas da Tailândia a partir de Krabi
O que fazer em Chiang Mai
O que fazer em Bangkok

Bangkok

O belíssimo Wat Arun, o templo do Amanhecer em Bangkok
O que fazer em Bangkok
Wat Pho, o templo do buda deitado em Bangkok
Passeios de barco em Bangkok
Khao San Road
Mercado do trem de Maeklong
Mercado flutuante de Damnoen Saduak
Grand Palace e Wat Phra Kaew em Bangkok
8 experiências em Bangkok
Guia de Bangkok para download

Ilhas

Roteiro completo pelas ilhas da Tailândia a partir de Krabi
Koh Nangyuan: três ilhas unidas por uma praia em Koh Samui
Como chegar a Phi Phi Island
Tup Island: a ilha dos morcegos
Maya Bay e Phi Phi Island
Krabi e Railay Beac
Tour das 7 ilhas em Krabi
Mergulho em Phi Phi
Phuket e Patong Beach

Chiang Mai

Visita a aldeia das mulheres-girafa
Doi Suthep, o templo da montanha em Chiang Mai
Tiger Kingdom

Leia também

Todos os posts sobre o meu primeiro mochilão pela Ásia


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.